sábado, 31 de agosto de 2019

Projetos de energia eólica serão financiados pelo FDNE

31 de agosto de 2019
Dois projetos estimados em R$ 142 milhões (cada um) de investimento total - Vila Piauí 1 Empreendimentos e Participações S/A e Vila Piauí 2 Empreendimentos e Participações S/A - contarão com R$ 85,2 milhões (cada um) do Fundo de Desenvolvimento do Nordeste (FDNE). A participação do Fundo foi aprovada pela Diretoria Colegiada da Sudene e pode ser de até 60% do investimento total, limitado a 90% do investimento em capital fixo. Os empreendimentos “pertencentes ao grupo econômico Echoenergia Participações S/A" enquadram-se nas diretrizes e prioridades espaciais e setoriais para aplicação de recursos do Fundo. Juntos, ambos terão uma capacidade instalada da ordem de 75,6 MW e contribuirão com a geração de 400 empregos diretos e seis mil indiretos durante a fase de implantação. Quando estiverem em plena operação os empregos diretos serão mantidos. A Coordenação de Fundos de Desenvolvimento da Sudene informa que, além da criação de postos de trabalho, a região se beneficiará com a geração de renda, decorrente da remuneração rateada de forma uniforme entre todos os lotes das Vilas em que os Parques estão instalados. De acordo com o coordenador Roberto Cavalcante, atualmente 31 famílias proprietárias das terras já participam do rateio e são beneficiadas com um valor mínimo de R$ 6.000/MW instalado/ano (valores atuais), ou 1,55% da receita bruta do parque, o que for maior. A empresa informou, ainda, que será criada uma série de programas voltados para a preservação dos recursos naturais, do ecossistema local e para o bem-estar das comunidades que vivem em torno dos complexos eólicos. Alguns deles estão focados em monitoramento da fauna silvestre, recuperação de áreas degradadas e monitoramento de processos erosivos. Já contaram com financiamento do FDNE 20 projetos de energia instalados na área de atuação da Autarquia, distribuídos nos estados do Ceará, Bahia, Rio Grande do Norte e Maranhão. Eles representaram investimento total de, aproximadamente, R$ 3 bilhões, com a participação do FDNE na faixa de R$ 1,4 bilhão.

Fonte: Diário de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário