terça-feira, 15 de outubro de 2019

Mega-Sena, concurso 2.197: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 34 milhões

14 de outubro de 2019
Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.197 da Mega-Sena, realizado na noite desta segunda (14) em São Paulo (SP). O prêmio acumulou. Veja as dezenas sorteadas: 03 - 11 - 29- 35 - 44 - 57. A quina teve 150 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 20.886,96. Já a quadra teve 7.727 apostas ganhadoras, cada uma levará R$ 579,23. 

Para apostar na Mega-Sena
As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet. A aposta mínima custa R$ 3,50. 

Probabilidades
A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa. Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

Fonte: G1

Receita paga 5° lote de restituição nesta terça-feira

14 de outubro de 2019
A Receita Federal libera nesta terça-feira, 15, o pagamento do 5° lote de restituição do Imposto de Renda 2019 (IR). O dinheiro será depositado na conta dos contribuintes informada no momento da declaração do (IR). Para saber se sua restituição foi liberada, acesse o site da Receita na internet, ou entre em contato pelo Receitafone 146. É preciso informar o CPF e a data de nascimento. Caso seu nome tenha entrado no lote, a situação da declaração será “crédito enviado ao banco”. Se não teve a restituição liberada nas quatro fases anteriores e não tiver o nome mencionado na lista desta terça-feira, ainda poderá ter a grana liberada nos dois últimos lotes, que serão pagos nos meses de novembro e dezembro. 

Fonte: RBN

segunda-feira, 14 de outubro de 2019

Salário mínimo sobe para o equivalente a US$ 15 na Venezuela, e mal paga 4 kg de carne

14 de outubro de 2019
O presidente Nicolás Maduro aumentou o salário mínima na Venezuela em 361%, elevando-o ao equivalente a US$ 15 por mês, de acordo com um decreto publicado nesta segunda-feira (14). O salário mínimo passou de 40 mil bolívares (pouco menos de US$ 2) para 150 mil bolívares (US$ 7,6), em meio à inflação projetada pelo FMI em 1.000.000% para 2019. Enquanto isso, o bônus em alimentos que complementa o salário passou de 25 mil bolívares (US$ 1,3) a 150 mil bolívares. Após esse ajuste, o terceiro do ano, a renda mínima mal dá para comprar quatro quilos de carne bovina. O presidente socialista ordenou seis aumentos em 2018, que não recuperaram o poder de compra necessário. Os venezuelanos sofrem a pior crise de sua história contemporânea, com uma economia reduzida pela metade em cinco anos. Maduro culpa uma bateria de sanções americanas que incluem um embargo de petróleo, uma fonte de 96% da receita do país, cuja produção caiu em setembro abaixo de 800 mil barris por dia, em comparação com os 3,2 milhões no ano anterior década. A oposição, entretanto, atribui o colapso a altos gastos públicos e corrupção registados durante o maior boom do petróleo da Venezuela, no período de 2004 a 2014.
Por France Presse

Fonte: G1

CCJ da Câmara marca para esta terça votação de PEC da prisão após condenação em 2ª instância

14 de outubro de 2019
A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados marcou para esta terça-feira (15) a votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que prevê a prisão após condenação em 2ª instância. O colegiado realizará uma reunião extraordinária, às 13h, somente para essa votação. A informação foi confirmada pela comissão. A alteração da Constituição foi proposta no ano passado pelo deputado Alex Manente (Cidadania-SP). O deputado afirma que a Câmara tem a prerrogativa ou não de inserir essa previsão na constituição. "Mas a palavra final é do Congresso”, disse. Alex Manente afirma que, se aprovada, a PEC trará maior segurança jurídica. "A aprovação desta PEC tende a encerrar uma celeuma que se arrasta por algum tempo nos tribunais superiores do país. O Brasil precisa garantir a estabilidade numa questão crucial ao seu ordenamento jurídico que é deixar explícito na Carta Magna sobre em que etapa da condenação o réu vai para atrás das grades", disse o autor da proposta. Também em 2018, o então deputado federal e hoje ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), apresentou uma PEC semelhante, que foi anexada ao texto a ser votado nesta terça pela CCJ. A decisão de pautar a PEC para esta terça ocorre às vésperas do julgamento do tema pelo Supremo Tribunal Federal (STF). O presidente do tribunal, ministro Dias Toffoli, marcou o julgamento para esta quinta-feira (17). Desde 2016, o Supremo entende que a prisão após condenação em segunda instância é possível. Embora já tenha sido julgado quatro vezes em plenário desde 2016, o tema ainda precisa ser analisado de forma ampla, com o chamado efeito "erga omnes", quando vale para todos os casos similares na Justiça e tem cumprimento obrigatório. A PEC é uma mudança na Constituição, que precisa ser votada em dois turnos na Câmara e no Senado para começar a valer. 

Tramitação 
A PEC está parada na Câmara há quase um ano e sete meses. A CCJ precisa analisar a admissibilidade da proposta, ou seja, avaliar se o texto está de acordo com a Constituição e as leis do país. O debate nesta etapa, é, portanto, formal. O conteúdo da PEC será analisado em uma segunda fase, em uma Comissão Especial criada exclusivamente para discutir o assunto. A comissão especial terá até 40 sessões de Plenário para realizar a tarefa – mas pode encerrar os trabalhos antes, se houver acordo, depois de realizadas 11 sessões. Depois, o texto seguirá ao Plenário, para duas votações. A aprovação precisa de, no mínimo, o apoio de 308 deputados em cada votação. Para efetivamente alterar a Constituição, precisa também do aval dos senadores, em votações na CCJ e no Plenário daquela Casa. A proposta foi apresentada em março do ano passado pelo deputado Alex Manente (Cidadania-SP). Em agosto deste ano, a deputada Caroline de Toni (PSL-SC) foi designada relatora do texto na CCJ. A PEC apresentada por Alex Manente tramita em conjunto com a apresenta por Onyx Lorenzoni. Na sessão desta terça, a relatora precisa apresentar seu parecer. Uma vez divulgado, o regimento interno da Câmara prevê a possibilidade de pedido de vistas, o que pode adiar a votação. 

A PEC
O texto altera um dos 78 incisos do artigo 5º da Constituição – que lista os direitos fundamentais – estabelecendo que “ninguém será considerado culpado até a confirmação de sentença penal condenatória em grau de recurso”. Na prática, a mudança permite que, uma vez mantida a condenação em tribunais de segunda instância, quem cometeu o crime já possa ter a pena executada. Atualmente, a Carta Magna prevê que ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória, ou seja, até que não seja mais possível recorrer das decisões dos tribunais. “Acreditamos que o princípio da presunção de inocência já está garantido pois, no processo penal, é dever da acusação trazer provas para a condenação do acusado. Mesmo com provas suficientes para a condenação em primeira instância, ainda assim o réu poderá recorrer pela reforma da decisão. E é nesse momento – no grau de recurso – que se encerra a análise de fatos e provas que assentaram a culpa do condenado. Os recursos cabíveis da decisão de segundo grau, ao STJ ou STF, não se prestam a discutir fatos e provas, mas apenas matéria de direito. Portanto, mantida a sentença condenatória, estará autorizado o início da execução da pena”, afirmou o autor da proposta na justificativa.
Imagem: Google

Fonte: G1

Espaço do leitor: buraco em avenida causa transtornos a moradores de Petrolina

14 de outubro de 2019
"Venho através deste blog, mostrar minha revolta ao governo atual, pois é notório que se tratando de bairros humildes existe morosidade nos serviços simples a exemplo da Avenida Maciel, frente a Rua 15 do Bairro Pedro Raimundo, uma avenida principal, corredor de ônibus, está abandonada a 3 meses com um buraco enorme, ocasionando acidentes rotineiramente, e o governo municipal faz de conta que nem conhece. Termino dizendo que é muito revoltante o tratamento dado aos bairros mais pobres nessa gestão atual."
Léo Vinícius - Comunitário
Fonte: Blog Diniz K-9/You Tube

Menina que caiu do 9º andar de prédio em BH está consciente e já conversa após 2 cirurgias

14 de outubro de 2019
A menina de 10 anos que caiu do 9º andar de um prédio em Belo Horizonte segue internada nesta segunda-feira (14) no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital de Pronto-Socorro João XXIII. A TV Globo apurou que ela está bem, consciente e conversando após duas cirurgias, sendo que a segunda durou 12 horas. A queda foi na madrugada deste domingo (13). De acordo com o boletim de ocorrência, Clara Pereira passava o feriado com um casal de primos que mora no prédio, no bairro Heliópolis, Região Norte de Belo Horizonte. A menina foi dormir em um quarto, e o casal, em outro. Quando já estavam deitados, os primos ouviram um barulho alto. Eles buscaram a menina dentro de casa e a viram caída embaixo da janela da sala de estar. Um vizinho que mora no 1º andar do prédio disse que também ouviu o barulho e encontrou o telhado da área privativa quebrado e a menina caída na parte externa do apartamento. A polícia ainda não divulgou como aconteceu a queda. Os pais da menina disseram, ainda no domingo, na frente do hospital, que suspeitam de um episódio de sonambulismo, já que a criança havia apresentado outras crises do distúrbio.

Cirurgias
No domingo, Clara foi submetida a duas cirurgias. Uma delas em uma das pernas, e a segunda para reconstrução de um dos braços e também do queixo. Esta última durou 12 horas e envolveu equipes da pediatria, ortopedia, trauma, além de mobilizar o banco de sangue da Fundação Hemominas. Logo após o segundo procedimento, ela foi internada no Centro de Terapia Intensiva (CTI), onde estava até a publicação desta reportagem. A extensão dos danos também não foi divulgada, embora o pai tenha dito à TV Globo, na porta do hospital no domingo, que a menina não sofreu lesão na coluna. A Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), que administra o hospital que é referência no atendimento de politraumatismos, não informa estado de saúde de pacientes. Nesta segunda-feira, a reportagem entrou em contato com a família da criança e aguarda retorno. O pai passou por atendimento psicológico no hospital. A Polícia Civil informou que já realizou os trabalhos iniciais de investigação, que a perícia esteve no local e o laudo deve ficar pronto em 30 dias, podendo ser prorrogado por mais 30.

Fonte: G1

sábado, 12 de outubro de 2019

Jogador Ralf, do Corinthians, se envolve em acidente e deixa um ferido em SP

12 de outubro de 2019
O jogador Ralf, volante do Corinthians, se envolveu em um acidente de carro em São Paulo na noite dessa sexta-feira (11), deixando um ferido. O carro do jogador derrubou um ponto de ônibus e invadiu a garagem de uma casa na Rua Marechal Barbacena, no Bairro Água Rasa, Zona Leste da cidade. Um idoso, de 69 anos, foi atingido no ponto. Ele sofreu lesões nas pernas. O Corpo de Bombeiros informou que levou o homem com suspeita de fratura para a Santa Casa. Segundo testemunhas, o carro estava em alta velocidade. A assessoria do atleta informou à TV Globo que um segurança conduzia o veículo no momento do acidente e que eles estavam fugindo de um possível assalto. 

O Corinthians emitiu nota sobre o caso: 
A diretoria do Sport Club Corinthians Paulista tomou conhecimento na noite de sexta-feira (11) que o veículo em que se encontrava o atleta Ralf se envolveu num acidente de trânsito no bairro do Tatuapé, em São Paulo. O clube prestou o suporte necessário ao jogador. O atleta não sofreu ferimentos e estava no veículo como passageiro. Na tentativa de fugir de um assalto, o motorista que conduzia o automóvel perdeu controle e, infelizmente, atingiu uma pessoa e invadiu a garagem de uma casa. A vítima foi socorrida, e o jogador dará todo o amparo, além de assumir os danos materiais causados.
Fonte: G1/You Tube

Mega evento gratuito com sorteios e premiações em campeonatos de videogame ocorre neste sábado (12) no Juá Garden Shopping

11 de outubro de 2019
Acontecerá neste sábado (12) a partir das 09h no Espaço Multiverso, no Juá Garden Shopping, em Juazeiro-BA, com entrada gratuita, um mega evento para os fãs de videogame no Vale do São Francisco. Durante todo o dia ocorrerão diversas competições com premiações e sorteios de brindes, culminando com o encerramento do evento às 22h. Excelente oportunidade para conhecermos os gamers da região e curtirmos um dia inteiro de atrações do mundo gamer no Vale.
Fonte: Blog Diniz K-9

Trump diz que EUA e China chegaram à primeira fase de um acordo comercial

11 de outubro de 2019
O presidente Donald Trump disse nesta sexta-feira (11) que os Estados Unidos chegaram à primeira fase de um acordo comercial com a China. A declaração foi feita a jornalistas na Casa Branca, após negociações com o vice-premiê chinês, Liu He. Segundo Trump, esse acordo "preliminar muito substancial" atinge pontos relacionados a propriedades intelectuais, serviços financeiros e grandes compras agrícolas. Ele afirmou ainda que os dois países estão muito próximos de encerrar a guerra comercial. Os detalhes desse acordo preliminar não foram divulgados, pois ele ainda precisa ser redigido. Segundo Trump, isso deve levar até cinco semanas. A expectativa é que Trump e o presidente da China, Xi Jinping, o assinem o documento durante a cúpula da Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec). O evento está previsto para acontecer em Santiago, no Chile, nos dias 16 e 17 de novembro. "Estaremos no Chile, e terei uma [cerimônia de] assinatura formal com o presidente Xi", afirmou Trump. Em meio às negociações, o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, anunciou que o próximo aumento de tarifas sobre produtos chineses será adiado. Já a China se comprometeu a adquirir entre US$ 40 bilhões e US$ 50 bilhões em produtos agrícolas dos Estados Unidos, segundo a Casa Branca. 

Guerra comercial
A disputa comercial entre Estados Unidos e China se arrasta desde 2018, com os dois países adotando barreiras tarifárias e trocando seguidas ameaças de retaliação. A guerra comercial tem gerado incertezas e atingido mercados financeiros em todo o mundo, com preocupações sobre o impacto na economia global. As incertezas com uma recessão levaram os bancos centrais em todo o mundo a afrouxar a política nos últimos meses. O Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) reduziu as taxas de juros pela segunda vez neste ano para fornecer "seguro contra riscos contínuos".
Imagens: Reprodução/Globo

Fonte: G1

Mega-Sena: devido o feriado, sorteio de prêmio de R$ 30 milhões acontece nesta segunda

11 de outubro de 2019
O sorteio do concurso 2.197 da Mega-Sena acontece na próxima segunda-feira (14) em São Paulo (SP). Devido ao feriado de 12 de outubro, não haverá sorteio neste sábado. O concurso pode pagar R$ 30 milhões a quem acertar as seis dezenas.

Para apostar na Mega-Sena
As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet. A aposta mínima custa R$ 3,50. 

Probabilidades
A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa. Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

Fonte: G1

Criança de 4 anos é internada com queimaduras após morder fio do ventilador no interior de São Paulo

11 de outubro de 2019
Descarga elétrica provocou queimaduras de terceiro grau na boca e pequenas queimaduras na mão esquerda do garoto. Uma criança de 4 anos sofreu queimaduras de terceiro grau na boca e na mão esquerda após morder um fio de um ventilador no Centro de Birigui (SP), na manhã de quinta-feira (10). O garoto segue internado no Hospital da Criança e Maternidade de São José do Rio Preto (SP). Segundo boletim de ocorrência registrado pelo pai do menino, um autônomo de 38 anos, o filho estava em casa quando pegou o fio de extensão do ventilador, colocou na boca e mordeu. A criança tomou uma descarga elétrica e teve queimaduras de terceiro grau na boca, além de outras pequenas lesõe na mão esquerda. O menino foi levado para um hospital particular de Birigui, mas devido à gravidade, foi encaminhado para o Hospital da Criança. De acordo com o centro médico, o garoto está internado na emergência pediátrica e aguarda uma transferência para uma unidade de tratamento especializada em queimados. O estado de saúde dele é estável. O caso foi registrado no 1º Distrito Policial de Birigui, que irá averiguar os fatos. No entanto, o delegado plantonista entendeu que se trata de uma ocorrência não criminal. é A identidade do pai da vítima, assim como a criança, foram preservadas.
Imagem: Google

Fonte: Rede TV

quinta-feira, 10 de outubro de 2019

Firmino faz golaço, mas Brasil cede empate a Senegal e chega a três jogos sem vitória

10 de outubro de 2019
A seleção brasileira segue sem saber o que é vitória depois da conquista da Copa América em casa, em julho. O time comandado por Tite empatou em 1 a 1 com Senegal, nesta quinta-feira (10), em amistoso disputado em Singapura, e chegou a três partidas sem triunfar. Firmino abriu o placar com um golaço, e Diédhiou empatou cobrando pênalti sofrido por Mané depois de bela jogada. O empate desta quinta-feira é o terceiro tropeço seguido do Brasil, que havia empatado com a Colômbia e perdido para o Peru em setembro. O incômodo jejum de três jogos sem vencer é o maior em mais de seis anos. A última vez que isso aconteceu foi na virada de 2012 para 2013, quando a equipe chegou a ficar cinco partidas sem triunfar, sob os comandos de Mano Menezes e Luiz Felipe Scolari - na ocasião, perdeu para Argentina e Inglaterra e empatou com Colômbia, Itália e Rússia. Escalada basicamente com a equipe que ganhou a Copa América em casa, a seleção brasileira teve mais uma atuação sem brilho. Depois de um bom começo, em que criou chances e abriu o placar com um golaço de Firmino, o time caiu de produção e passou a sofrer diante da marcação de Senegal, que também buscou o ataque e chegou a ter maior posse de bola. O gol sofrido no fim do primeiro tempo premiou a estratégia de Senegal, que teve as melhores chances em um segundo tempo em que as alterações de Tite não mudaram o panorama da partida. Neymar completou 100 jogos pela seleção brasileira no amistoso desta quinta-feira, mas não conseguiu balançar as redes. O camisa 10 do Brasil não teve uma atuação de destaque, e apesar de algumas boas jogadas, sendo sempre bem marcado, acabou cometendo muitos erros. Tite promoveu a entrada de dois estreantes no segundo tempo do duelo contra os senegaleses: Matheus Henrique entrou em campo no lugar de Arthur, e Renan Lodi substituiu Alex Sandro na lateral esquerda. Os dois, entretanto, não tiveram destaque em meio ao desempenho irregular da equipe. Craque e referência de Senegal, Sadio Mané fez aquilo que se esperava dele. Com companheiros de bom nível, em uma equipe bem armada por Aliou Cissé, o astro do Liverpool caiu sempre pelo lado esquerdo e deu trabalho à defesa brasileira. Ele fez a ótima jogada que - começando ainda no campo de defesa - terminou com um pênalti de Marquinhos e permitiu o empate senegalês. A seleção brasileira terá a chance de encerrar seu jejum de vitórias no próximo domingo, quando enfrentará a Nigéria em novo amistoso em Singapura, às 9h (de Brasília). Depois, o time só volta a campo em novembro, para a última Data Fifa de 2019, quando enfrentará a Argentina e a Coreia do Sul (adversário ainda não confirmado).
Fonte: Globo Esporte/You Tube

Volta da Nintendo marca a Brasil Game Show 2019

10 de outubro de 2019
A Brasil Game Show 2019 abre suas portas para o público geral nesta quinta-feira (10), com a presença das três grandes empresas da indústria pela primeira vez em anos. A feira acontece no Expo Center Norte, na Zona Norte de São Paulo, até domingo (13). Esta edição marca o retorno da japonesa Nintendo ao evento, após anos de ausência. No estande da fabricante o público pode conferir alguns lançamentos recentes para o Nintendo Switch, além de testar o jogo "Luigi's Mansion 3", com lançamento previsto para o dia 31 de outubro. Além dela, Sony, fabricante do PlayStation, e Microsoft, dona do Xbox, também marcam presença com a tradicional vizinhança bem no centro do pavilhão. A japonesa oferece ao público games como "Marvel's Avengers", "Call of Duty: Modern Warfare", o remake de "Final Fantasy VII" e "Predator: Hunting Grounds". Do outro lado do corredor, a empresa americana traz para os jogadores jogos como "Bleeding edge", "Dragon Ball Z Kakarot", "Minecraft Dungeons" e "Battletoads". 

BGS 2019
*Quando: 10 a 13 de outubro de 2019 
*Onde: Expo Center Norte – Rua José Bernardo Pinto, 333, Vila Guilherme – São Paulo/SP 
*Horário: 13h às 21h 
*Ingressos: de R$ 130 (meia, individual, lote 10) a R$ 1,699 (BGS Camarote, com acesso a todos os dias). Sábado (12) e domingo (13) estão esgotados.
Fonte: G1/You Tube

Criado grupo de trabalho para propor aperfeiçoamento do sistema tributário

10 de outubro de 2019
Um grupo de trabalho com objetivo de propor medidas para o aperfeiçoamento do sistema tributário brasileiro foi instituído pelo governo federal, por meio de portaria do Ministério da Economia, publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (10). De acordo com o documento, o grupo de trabalho terá o prazo de 60 dias, prorrogável por igual período, contado a partir de hoje, para apresentar o relatório final. O colegiado será formado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, que presidirá o grupo; procurador-geral da Fazenda Nacional; secretário especial da Receita Federal do Brasil; secretário especial de Fazenda; secretário especial de Previdência e Trabalho; secretário de Política Econômica; e um assessor especial, designado pelo ministro da Economia. Paulo Guedes poderá solicitar a participação de especialistas e representantes de outros órgãos e entidades, inclusive da sociedade civil, para assessoramento técnico aos trabalhos. O grupo se reunirá em caráter ordinário mensalmente e, em caráter extraordinário, sempre que convocado por seu presidente. Preferencialmente, as reuniões terão que ser presenciais e realizadas em Brasília.
Imagem: Google

Fonte: Agência Brasil

Conheça 15 incríveis benefícios do alho para a saúde

09 de outubro de 2019
O alho é um dos ingredientes mais populares do mundo e possui diversos benefícios para a saúde. Por ser de fácil acesso e preço popular, não é difícil introduzir o alimento na dieta. Fonte de mais de 100 compostos ativos, vitaminas e sais minerais, os benefícios do alho incluem a prevenção de resfriados e o aumento do metabolismo. Considerado um antibiótico natural, o alho possui propriedades que, consumidas da maneira correta, ajudam a eliminar diversas infecções. A melhor maneira de consumir o alho para aproveitar todas as suas propriedades medicinais é cru ou levemente cozido. O cozimento em temperaturas acima de 60o C destrói a alicina, reduzindo significativamente os benefícios do alho. Existe a opção de salpicar o alho sobre a salada ou então adicioná-lo a receitas cozidas tão logo elas tenham saído do fogo. Confira na galeria de fotos acima 15 benefícios do alho para a saúde. A alicina, substância química que sai do dente de alho cru quando cortado ou esmagado é um antibiótico natural, muito eficaz na eliminação de bactérias, além de ajudar a reduzir os níveis de colesterol e triglicérides. Evita gripes e resfriados, tosse e dor de garganta. O alho é muito nutritivo, mas contém pouquíssimas calorias. Seus compostos ativos podem reduzir a pressão arterial, uma das primeiras substâncias que se teve notícia de que melhora o desempenho dos atletas, sendo que estudos sugerem que a fadiga induzida pelo exercício pode ser reduzida com seu uso. O alho tem efeitos benéficos sobre a saúde óssea em mulheres, estimula o ganho de massa magra, acelera o metabolismo, aumenta a produção de ferroportina no corpo, facilitando o envio do ferro para a circulação e de lá para determinados tecidos de acordo com nossas necessidades metabólicas, tem ação desintoxicante, controla a glicose do sangue, contribui para o tratamento das cicatrizes causadas pela acne e também de alergias e outras doenças da pele, enfim, um ingrediente riquíssimo que deve sempre estar presente em nossas dietas.

Fonte: MSN

Senado aprova MP que facilita venda de bens apreendidos do tráfico

09 de outubro de 2019
O plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (9) projeto que facilita a venda de bens apreendidos de traficantes. A matéria vai agora à sanção presidencial. Proposto pelo governo federal em junho como medida provisória (MP 885/19), o texto agiliza o repasse, a estados e ao Distrito Federal, de recursos decorrentes da venda de bens apreendidos relacionados ao tráfico de drogas. A MP dá à Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad) o poder de leiloar esses bens antes do término do processo criminal. A expectativa do governo é facilitar a transformação dos produtos apreendidos em recursos financeiros para custear ações de repressão policial, compra de equipamento, campanhas contra o uso de drogas e atendimento a dependentes químicos, entre outras ações. Aprovado na Câmara no início deste mês, o texto estabelece que o juiz ordenará às secretarias de Fazenda e aos órgãos de registro e controle de aeronaves, embarcações e veículos a realização de averbações necessárias para livrar o bem a ser leiloado de qualquer gravame. Segundo o Ministério da Justiça, existem atualmente no país 30 mil bens que estão à disposição da União aguardando destinação depois de terem sido apreendidos em operações de combate ao tráfico de drogas. Há um número ainda maior de bens que foram aprendidos e aguardam o término do processo criminal para serem destinados aos leilões. A pasta estima que esse número chegue a 50 mil.
Imagem: Google

Fonte: Agência Brasil

Confira os números sorteados pela Mega-Sena no concurso 2.196

09 de outubro de 2019

Os números da Mega-Sena sorteados no concurso 2.196 pela Caixa Econômica Federal nesta quarta-feira (9) foram: 01 - 25 - 27 - 28 - 41 - 56. Nenhum apostador acertou as seis dezenas e o prêmio de R$ 25 milhões acumulou. Apesar de nenhuma aposta levar os milhões, 58 jogadores acertaram a Quina e levaram R$ 47.367,07 cada. Já a Quadra registrou 4166 vencedores, que vão receber R$ 942,07 cada um. As informações são do site da Caixa e o sorteio 2.197 está marcado para a próxima segunda, 14 de outubro. O prêmio estimado é de R$ 30 milhões. As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa em todo o país ou pelo aplicativo Loterias Caixa. A aposta simples, com seis dezenas, custa R$ 3,50. No app, o pagamento das apostas é feito com cartão de crédito, com valor mínimo de compra de R$ 30 por transação e máximo de R$ 500 por dia.

Fonte: MSN

Congresso aprova texto-base do Orçamento 2020 com previsão de salário mínimo de R$ 1.039

09 de outubro de 2019
O Congresso Nacional aprovou o texto-base da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2020. Na sequência, deputados e senadores ainda vão analisar seis sugestões de alteração na proposta. Um dos pontos que levantam polêmica é o reajuste do salário mínimo para o ano que vem. De acordo com a proposta, o salário mínimo não terá aumento real em 2020, mas apenas compensação da inflação. A proposta é que o pagamento suba dos atuais R$ 998 para R$ 1.039. A oposição tenta reverter a situação e conceder um reajuste real para o salário mínimo. O relator da LDO, Cacá Leão (PP-BA), afirmou que o Congresso aguarda o envio de uma nova política para o salário mínimo por parte do governo e que, "com muita dor no coração", não poderia aceitar a sugestão de alterar o texto enviado pelo governo. "Gostaria muito de acatar os destaques, mas a gente não tem amparo legal para fazê-lo. Preciso seguir o que está na Constituição e torcer para que o governo envie até o final do ano a nova política do salário mínimo", declarou o relator. Ele disse que um novo cálculo poderá ser incorporado à Lei Orçamentária Anual (LOA) quando o governo enviar uma nova proposta.

Emendas parlamentares
O relatório da LDO, a ser votado por deputados e senadores traz uma brecha para que as emendas indicadas por comissões da Câmara e do Senado e pelo relator do Orçamento também tenham execução obrigatória. Hoje, somente as emendas indicadas individualmente pelos congressistas e pelas bancadas estaduais são impositivas. A manobra foi relevada pelo Estadão/Broadcast. O relator contestou a interpretação de que as emendas serão todas impositivas. "É uma inovação, realmente, feita nesse relatório para trazer ainda uma maior transparência do acompanhamento fiscal do orçamento", afirmou Cacá Leão. O relator do orçamento, Domingos Neto (PSD-CE), tem uma avaliação diferente. "Essas emendas (de comissão e de relator) poderão ser contingenciadas (bloqueadas) com um valor maior do que as impositivas, mas não poderão ser, como acontece hoje, remanejadas ou ter dotação cancelada”, disse Neto na semana passada.

Fonte: MSN

Bebê de 1 ano é morto por cão Rottweiller no Rio Grande do Sul

09 de outubro de 2019
O menino Otto Baum Nascimento, de 1 ano e 3 meses, morreu após ser atacado por um cão da raça rottweiler na terça-feira, 8, em Sapiranga, na região do Vale dos Sinos, no Rio Grande do Sul. De acordo com a Polícia Civil, a criança estava na casa da avó quando o cachorro escapou do canil e a atacou. "O menino estava com a avó, no pátio da residência, quando de repente o cão saiu do canil e o atacou. Na tentativa de proteger o neto, a avó também sofreu algumas escoriações", disse o delegado Clovis da Silva. O menino foi conduzido pelos agentes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ao Hospital Sapiranga, mas não resistiu aos graves ferimentos na face, no pescoço, no tórax e na região da cintura. A Polícia Civil do município vai investigar as circunstâncias da ocorrência. O corpo de Otto foi velado na manhã desta quarta-feira, 9, na Funerária Krause, em Novo Hamburgo. O enterro ocorreu no final da manhã no Cemitério Jardim da Memória.
Por Luciano Nagel

Fonte: Estadão/MSN

Obesidade pode alterar componentes imunológicos do colostro

08 de outubro de 2019
A obesidade da mãe pode alterar a eficiência dos componentes de defesa presentes no colostro, que é o primeiro leite produzido pela mãe e tem o papel principal de proteção do recém-nascido. A conclusão é da tese de doutorado da pesquisadora Tassiane Cristina Morais, da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, com apoio do Centro Universitário Saúde ABC e da Universidade Federal de Mato Grosso. No entanto, o colostro de mães obesas apresentou maiores níveis do hormônio melatonina, que, juntamente com outros dois hormônios —leptina e a adiponectina —, foi capaz de restaurar a eficácia das células de defesa do colostro. Segundo a pesquisadora, o fato de haver mais melatonina no colostro das mães obesas é uma forma de compensação para restituir a atividade dessas células de proteção. "O colostro é rico em vários tipos diferentes de células que atuam no sistema imunológico. Os que têm maior concentração são os macrófagos e linfócitos, que são dois tipos de células principais que fazem a defesa. Eu avaliei a parte dos macrófagos, que são células que fazem fagocitose", explicou Morais. Na presença de um micro-organismo, essas células tentam conter sua ação, por exemplo, levando-o à morte. "As células da mãe obesa, na presença de um micro-organismo, fagocita menos, é como se ele fosse mais ativo. Para compensar, quando eu coloco os hormônios nessa célula, eles restituem a atividade dessa célula [de defesa]. Com os hormônios, a atividade da célula de mãe obesa está protegendo tanto quanto a de mães não obesas", acrescentou. A pesquisadora ressalta a importância da amamentação independentemente dos efeitos da obesidade sobre o colostro. "Esse leite [produzido pela mãe obesa] traz proteção para a criança. Às vezes, as mulheres com excesso de peso têm uma dificuldade para amamentar, até mesmo porque estão mais predispostas a parto cesáreo, às vezes demoram mais para ter a caída do leite. Tem estudos que mostram que elas são mais associadas a desmame precoce, então essas mulheres devem ser incentivadas para que elas possam amamentar". Para a pesquisadora, o resultado da ação dos hormônios é como se o corpo encontrasse uma forma de compensar a baixa eficácia das células de defesa nas mães obesas. "Sempre o leite vai ser produzido de uma forma para ser benéfico para a criança. Os constituintes que estão nele vão atuar de forma sempre para proteger". Além disso, ela destaca que a amamentação está relacionada à proteção contra a obesidade, diabetes e outras doenças metabólicas. "O fato de amamentar, independentemente se é obesa ou não, protege contra a obesidade. Essa relação [amamentação e prevenção da obesidade] já é comprovada, principalmente por estudos epidemiológicos, eles viram essa relação até mesmo em adultos que foram amamentados tiveram uma predisposição menor para desenvolver obesidade". No entanto, Tassiane ressalta que os mecanismos pelo qual a amamentação protege da obesidade ainda não são totalmente esclarecidos.
Por Camila Boehm

Fonte: Agência Brasil/UOL

Veja oito benefícios de consumir batata doce regularmente

08 de outubro de 2019
Esse alimento é essencial para quem deseja ter uma alimentação balanceada, independente do seu objetivo (seja emagrecer ou ganhar massa magra). Está praticando atividade física? Com certeza, você já deve ter ouvido falar da importância de inserir batata doce na sua dieta. Esse alimento é essencial para quem deseja ter uma alimentação balanceada, independente do seu objetivo (seja emagrecer ou ganhar massa magra). A Mundo Verde listou oito benefícios de consumir batata doce. 

Confira:
1– A batata doce é um dos alimentos mais nutritivos do mundo;
2– É um carboidrato complexo de baixo índice glicêmico. Por isso, a absorção é mais lenta, aumentando a sensação de saciedade; 
3– É rica em antioxidantes e excelente fonte das vitaminas A e C; 
4– Tem poder anti-inflamatório, graças à vitamina C, vitamina B6, betacaroteno e manganês; 
5– É bem menos calórica que a batata normal e o arroz; 
6– Por liberar energia lentamente, é uma ótima opção para antes do treino. Assim, além de manter o estômago forrado, dá aquele gás pra queimar calorias; 
7– Versátil: pode ser assada, cozida e utilizada em pratos doces ou salgados; 
8– Fica gostosa tanto fria quanto quente. 

Fonte: iBahia/Mundo Verde

quarta-feira, 9 de outubro de 2019

Policiais militares do 5º BPM erradicam roça de maconha no Núcleo 4 do Projeto Senador Nilo Coelho, zona rural de Petrolina

07 de outubro de 2019
De acordo com informações policiais, por volta das 15h desse domingo (06), a GTR 25203 quando em rondas pelo Núcleo 4 do Projeto Senador Nilo Coelho, zona rural de Petrolina, através de informe que na estrada carroçável de acesso a fazenda UPA, próximo ao 2° canal suspenso do N-4, haviam 6 roças de maconha, todas próximas umas das outras, sendo localizadas, foi solicitado apoio da RONDESC ALFA e RONDESC BRAVO. Ainda segundo informações policiais, indivíduos que ali estavam empreenderam fuga tomando destino ignorado. Logo após iniciou-se a erradicação de 30 mil pés de maconha e a coleta de 50kg da droga pronta para o consumo, sendo tudo encaminhado à Delegacia de Polícia Civil para adoção das medidas pertinentes ao caso.
Ascom Rondesc/5º BPM/PMPE/Imagens: Reprodução/WhatsApp

Fonte: Blog Diniz K-9

domingo, 6 de outubro de 2019

Inclusão de estados e municípios na Reforma terá que passar por discussão

06 de outubro de 2019
A aprovação da reforma da Previdência pode atrasar, mas é vista como certa entre parlamentares, governo e mercado financeiro. A mesma certeza não existe, no entanto, em relação à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 133/2019, a chamada PEC paralela. O relator da reforma no Senado, Tasso Jereissati (PSDB-CE), sugeriu esse segundo projeto para incluir estados e municípios nas novas regras e fazer outros ajustes, sem prejudicar o andamento da PEC original, que, se fosse modificada, precisaria voltar para análise da Câmara. No Congresso, há duas grandes dúvidas sobre a paralela: se ela será mesmo levada para a frente e o que, de fato, os deputados estão dispostos a aceitar desse novo texto que ainda não foi avaliado por eles. No Senado, pode ser que não haja grandes mudanças, mas vários pontos devem ser deixados pelo caminho durante a análise na Câmara. “A matéria deve ser o foco a partir de agora, mas a prioridade é basicamente incluir estados e municípios. O resto ali não tem muita chance de passar”, avalia o analista político Thiago Vidal, da consultoria Prospectiva. Jereissati, que também é relator do novo texto, incluiu uma série de propostas, que vão desde mudanças para pensão por morte, com garantia de cota dobrada para dependentes de até 18 anos de idade, à criação de um cálculo mais vantajoso na aposentadoria por incapacidade em caso de acidente. As mais controversas, no entanto, são a exigência de contribuição previdenciária de entidades filantrópicas e agroexportadores. Juntas, as duas cobranças podem gerar até R$ 120 bilhões em 10 anos, pelos cálculos do relator. Difícil é que elas sejam aprovadas pela Câmara, que, recentemente, já discutiu e rejeitou os dois assuntos. O deputado Marcelo Ramos (PL-AM), que presidiu a Comissão Especial da PEC nº 6/2019, da reforma “original”, lembra que praticamente todos os pontos previstos na proposta paralela foram “majoritariamente refutados”. Ele se refere não só à inclusão de estados e municípios, que os deputados retiraram da proposta inicial do governo, mas também às novas contribuições. Em 2017, o relator da reforma proposta pelo ex-presidente Michel Temer, Arthur Maia (DEM-BA), tentou incluir a cobrança de entidades filantrópicas no texto, mas a mudança foi suprimida logo no início da discussão, na comissão especial, por pressão das entidades. Também já houve tentativa, mais recente, de cobrar contribuição previdenciária de agroexportadores. O relator da PEC nº 6/2019 na Câmara, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), colocou no parecer a sugestão, que também não avançou. Vice-presidente da comissão especial que discutiu a reforma na Câmara, o deputado Sílvio Costa Filho (PRB-PE) também não acredita que as novas cobranças vão avançar. “Isso é mais delicado. Vai haver resistência em relação a assuntos que não sejam inclusão de estados e municípios. O tema não está maduro ainda. O sentimento é que o foco será em estados e municípios e esses outros temas podem, a posteriori, ser analisados. A princípio, pode ser que tirem esse tema”, afirmou. 

Sem consenso
Nem o objetivo principal, de incluir estados e municípios, é consensual. “Acho muito difícil que mude a posição da Câmara sobre isso em tão pouco tempo. Não vejo nenhuma possibilidade”, comentou Ramos, que diz não ter elementos ainda para avaliar se, eventualmente, a PEC pode ser engavetada na Câmara. Outros deputados estão mais otimistas e acreditam que, como a discussão agora será mais específica, sem a pressa que a reforma inicial exigia, pode ter um resultado diferente. Sílvio Costa Filho é um deles. “Sinto que os deputados estão mais abertos para discutir o assunto. Há uma corrente favorável crescente na Casa”, avalia. Mas, para que a posição da Câmara seja revista, “é importante que os governadores do Nordeste possam também se sensibilizar e ajudar na construção coletiva”, observa. “Não sei se a Câmara está mais disposta a reinserir estados e municípios nas novas regras, mas com certeza está disposta a discutir, desta vez com mais calma”, acredita o representante do Novo na Comissão Especial da reforma na Câmara, Vinícius Poit (SP). “Vai ter mais tempo para falar especificamente sobre isso, sem a pressa de aprovar a reforma e com assunto mais focado”, ressalta. Na visão de Poit, há abertura para discussão de outros pontos da proposta, além da inclusão de estados e municípios. “É bom, porque o Senado está colocando bastante coisa no texto, então dá margem para tirar algo, se for preciso. Tem espaço para conversar na Câmara. Mas é difícil sair exatamente do jeito que chega de outra Casa”, ressaltou, sem se arriscar a dizer o que acha que deve ser suprimido do texto. 

Composição 
Deputados envolvidos com a discussão defendem que a nova comissão especial, que discutirá a PEC paralela na Câmara, tenha a mesma composição que a anterior — alguns, inclusive, acham que deve ser mantida a relatoria com Samuel Moreira (PSDB-SP) e a presidência com Marcelo Ramos (PL-AM). No Senado, o relator da PEC 6, Tasso Jereissati, também assumiu a relatoria da PEC paralela. Ramos considera uma boa ideia manter a configuração, mas lembra que “a decisão é dos líderes e do presidente” da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Sílvio Costa Filho também acredita que devem ser os mesmos atores. “Isso ainda vai ser analisado, partido por partido. Mas há uma tendência, até porque os membros têm a memória do que foi discutido. Então, é bem possível que a composição seja preservada”, afirma.
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência

Fonte: Correio Braziliense

Mãe mata filho de dois anos após ele recusar cachorro-quente nos Estados Unidos

06 de outubro de 2019
Elizabeth Woolheater matou o seu filho de dois anos, Anthony Bunn, após ele recusar comer cachorro-quente no café da manhã. O caso aconteceu em Wichita, Estados Unidos, em maio de 2018, mas veio à tona, pois, na sexta-feira (5), a mulher foi julgada e condenada a 19 anos de prisão. Segundo informações do New York Post , Anthony apanhou de sua mãe e do padrasto, Lucas Diel, até ficar inconsciente. Enquanto ela batia, o homem faz a criança engolir pedaços da comida à força. O menino chegou a ser levado ao hospital, mas morreu dois dias depois. No depoimento, além de confessar o crime, a mãe contou que Diel já havia batido no menino outras vezes e um dia até encontrou o filho com o rosto sangrando e um dente quebrado. O homem também foi julgado e condenado a 49 anos de prisão. Segundo informações do New York Post , Anthony apanhou de sua mãe e do padrasto, Lucas Diel, até ficar inconsciente. Enquanto ela batia, o homem faz a criança engolir pedaços da comida à força. O menino chegou a ser levado ao hospital, mas morreu dois dias depois. No depoimento, além de confessar o crime, a mãe contou que Diel já havia batido no menino outras vezes e um dia até encontrou o filho com o rosto sangrando e um dente quebrado. O homem também foi julgado e condenado a 49 anos de prisão. As autoridades ainda revelaram que o abuso foi denunciado à Agência Estadual de Bem-Estar Infantil sete meses antes de Anthony morrer, porém, o Departamento de Crianças e Famílias da região não seguiu o procedimento, o que poderia ter salvado a criança. 

Fonte: Último Segundo - iG

Mulheres e crianças infectadas por Zika desenvolvem imunidade ao vírus

06 de outubro de 2019
Pesquisa realizada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e pela Universidade Federal Fluminense (UFF) constatou que mulheres e crianças que já foram infectadas pelo vírus Zika podem desenvolver imunidade à doença. Os pesquisadores detectaram que 80% dos 100 pacientes analisados ficaram imunes depois de serem submetidos à infecção. As crianças nasceram em 2016 e vêm sendo acompanhadas desde então junto às mães pela UFF e pela Fiocruz. Segundo a pesquisadora da Fiocruz Luzia Maria de Oliveira Pinto, a partir de 2018, elas começaram a ter o sangue coletado e analisado para entender a resposta do sistema imunológico delas a uma nova exposição ao vírus. “A gente começou a avaliar o sangue tanto das mães quanto das crianças para entender um pouco da imunidade delas, ou seja, para entender se, um dia, caso essas pessoas reencontrem o vírus, elas teriam a capacidade de responder a esse vírus e não ficar mais doente, ou seja, adquirindo a imunidade”. Segundo ela, participam do estudo 50 mães e 50 crianças infectadas pelo Zika e o resultado foi de 80% de imunidade em ambos os casos. Além do acompanhamento laboratorial desses 100 pacientes, a UFF também faz o acompanhamento clínico de mais de 260 crianças infectadas pelo vírus que nasceram na região de Niterói. O objetivo, segundo a pesquisadora da UFF Claudete Araújo Cardoso, é verificar se elas desenvolvem alguma doença ou complicação ao longo dos cinco primeiros anos de vida. Nesse acompanhamento, os pesquisadores verificaram, por exemplo, que alguns bebês que nasceram aparentemente saudáveis desenvolveram um quadro de microcefalia de três a seis meses após o parto. Claudete explica que o fenômeno já havia sido constatado em 13 crianças do Nordeste e foi confirmado agora em seis crianças que estão sendo acompanhadas pela UFF. “Elas nasceram com perímetro cefálico normal, mas, por ação do vírus, o cérebro da criança para de crescer e de se desenvolver. Esse é um alerta que a gente passa para a população: se nasceu durante uma epidemia ou a mãe teve manchas na pele durante a gravidez, tem que ser feito um acompanhamento criterioso na rede básica, no posto de saúde”, disse. 

Fonte: Agência Brasil