ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

sábado, 14 de dezembro de 2019

Menino consegue cirurgia para mãe retirar tumores nos ouvidos após escrever cartinha ao Papai Noel

144 de dezembro de 2019
Um menino de 9 anos, morador de Marília (SP), pediu algo diferente na cartinha para o Papai Noel neste ano. Nada de brinquedos, eletrônicos, roupas ou outros presentes comuns nesta época de Natal. Rafael Yoshio Shiraishi conseguiu, com a sua cartinha, uma cirurgia para a mãe dele, Andrea Cristina Toledo Luis, que precisa retirar dois tumores dos ouvidos. A carta do Rafael foi postada nas redes sociais e muitas pessoas compartilharam o pedido de Natal tão diferente. Dois dias depois, o desejo do menino se tornou realidade e a mãe dele recebeu uma ligação do hospital agendando a consulta que ela esperava há mais de seis meses. Andrea trata há 14 anos tumores nos dois ouvidos, chamado colesteatoma. Neste período, ela chegou a fazer duas cirurgias para a retirada, mas com o tempo, o problema retornou e a mãe de Rafael perdeu 80% da capacidade de ouvir. “Ele falava, falava, e eu não conseguia entender. Aí chegou um momento em que eu tive que falar para ele: 'Rafa, fala olhando para a mamãe. E fala devagar, pausadamente, para eu poder ler os seus lábios quando eu não escutar o que você fala'”, lembra Andrea. Em maio deste ano, depois de uma consulta, ela recebeu a notícia de que não havia previsão para que a cirurgia de retirada do tumor fosse marcada. Então, Rafael teve a ideia de pedir o procedimento ao Papai Noel. O presente de Natal chegou mais rápido do que o esperado. Andrea passou pela consulta nesta semana e a cirurgia para a retirada do tumor de um dos ouvidos foi marcada para o dia 23 de dezembro. "Eu fiquei muito emocionado, chorei de alegria com a minha vó”, lembra Rafael. A cirurgia do outro ouvido só será agendada após a recuperação do primeiro procedimento. Segundo os médicos, depois de todo o processo, será avaliada a necessidade de um implante que pode ajudá-la a recuperar a audição. "Como o Rafa mesmo disse, quando a gente faz o bem, o bem colabora. Gerou uma corrente de ajuda. Todo mundo começou a compartilhar, acho que tocou nas pessoas. O Natal é isso, ele não pensou nas vontades dele, pensou em mim. É um presente de Natal chegando dois dias antes”, se emociona Andrea. 
Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário