quarta-feira, 2 de outubro de 2019

PF prende 12 suspeitos de extorquir delatores na Receita Federal no Rio

02 de outubro de 2019
Policiais que integram a Lava Jato no Estado do Rio de Janeiro prenderam 12 suspeitos que atuavam na Receita Federal, de integrarem um esquema que extorquia pessoas investigadas na própria operação, na manhã desta quarta-feira (2). As autoridades cumprem 39 mandados de busca e apreensão, cinco de prisão temporária e nove de preventiva, todos expedidos pela 7º Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro. As investigações apontam que participantes do esquema usavam informações privilegiadas da Receita para beneficiar terceiros. A PF começou a investigar o caso a partir de um depoimento de colaborador da Lava Jato, que foi solicitado a pagar para não ser autuado em procedimento fiscal. Os investigadores apontam o auditor fiscal Marco Aurélio Canal, supervisor de programação da Receita Federal na Lava Jato, como líder da organização criminosa que assediava delatores e investigados ao cobrar propina em troca da anulação e cancelamento de multas por sonegação fiscal. Os alvos eram selecionados a partir de inquéritos e processos que tramitavam pela Receita referentes a acúmulo de patrimônio ou movimentação financeira suspeita - a quadrilha selecionava quem poderia render propinas maiores. O R7 tenta contato com a defesa do citado. 
Estagiário do R7, sob supervisão de Ingrid Alfaya/Com informações da Agência Estado

Fonte: R7 Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário