quarta-feira, 29 de maio de 2019

As crianças precisam de menos tablets e mais instrumentos musicais

29 de maio de 2019
A música é um componente fundamental na vida de cada um de nós. As emoções que uma canção do nosso artista ou grupo favorito pode provocar, ou mesmo apenas uma sequência de notas que nos impressionam, são indescritíveis e muitas vezes viscerais. Cada um de nós tem um lado musical dentro, que pode ser mais ou menos desenvolvido. A predisposição para entrar em contato com o mundo da música é uma característica que nos diferencia desde quando nascemos. Então, vamos ver por que é importante incentivar seu desenvolvimento e dar às crianças boas habilidades nesse campo. Vivemos em uma sociedade dominada pelo imediatismo, impulsionada pelo consumismo e pela necessidade de dinheiro e lucros. Nesse cenário, é cada vez mais difícil ficar por alguns momentos contemplando o que nos cerca, entendendo a essência e a singularidade das coisas belas. Se tudo é standard e tende a ser homologado, não conseguiremos mais distinguir o que é realmente bonito ou feio. Nisto, as artes e a música em particular podem nos dar uma grande ajuda. Ao aprender desde cedo a reconhecer e produzir sons e combinações deles, as crianças podem começar a reconhecer a beleza autêntica, que sabe como entrar em contato diretamente com emoções primordiais e puras. Estimular a inteligência musical em crianças significa realizar um passo fundamental para o seu desenvolvimento cognitivo. O cérebro, de fato, para tocar, cantar ou "simplesmente" escutar, ativa ambos os hemisférios, numa mistura útil de emoções, sensibilidade, lógica e análise. Ensinar a tocar, cantar, ler a música ou ouvir com atenção também significa melhorar o caráter de uma criança. Para realizar bem todas essas atividades, é necessário se envolver, concentrar, coordenar, se relacionar com os professores, controlar as emoções e superar a timidez. Não é pouco, uma vez que muitas vezes os pais têm problemas e dificuldades em educar seus filhos para adotar boas atitudes nos contextos que listamos. Temos que aproximar as crianças da música, sem medo de que o desenvolvimento de suas habilidades nesse campo seja um "privilégio" para poucos. Todos nascemos com uma predisposição para a música. Óbvio: nem todas as crianças se tornarão novas Mozarts, mas tê-las já direcionadas para o caminho certo será um passo em frente não só para elas, mas também para a nossa sociedade que, mais do que nunca, precisa de arte e música.
Imagem: Wikimedia

Fonte: Olha Que Vídeo

Nenhum comentário:

Postar um comentário