segunda-feira, 8 de abril de 2019

Criança de 3 anos morre afogada em piscina; mãe presencia e não presta socorro

08 de abril de 2019
Uma mãe de 21 anos foi presa nesta segunda-feira (8), em Mari (PB) após presenciar o filho de três anos morrer afogado em uma piscina de um clube da cidade e não prestar socorro à criança. Ela irá responder pelos crimes de negligência e homicídio culposo (quando não há intenção de matar). As informações são do G1 Paraíba. Em entrevista ao G1, o delegado do caso, Francisco de Assis Araújo, deu detalhes do caso: “Ao final de um torneio de futebol, que estava acontecendo nesse clube, a mãe chegou com a criança e ficou perto da piscina. Ela presenciou o afogamento do filho e não entrou na piscina, nem pediu ajuda de ninguém”, relatou. Ainda segundo o delegado, a criança só foi socorrido após o irmão de 9 anos presenciar a situação e pedir ajuda a um policial que estava no clube. “A mãe estava o tempo todo ao lado da piscina. Mas foi um policial que entrou no local pra tirar a criança após pedido de socorro do irmão dela”, contou o Araújo. O menino de três anos chegou a ser socorrido para um hospital da cidade, mas não resistiu e morreu. De acordo com o delegado, de acordo com as circunstâncias e o depoimento da mãe, ainda há a possibilidade de a mulher ter empurrado o filho dentro da piscina. “A mãe foi autuada por homicídio culposo, negligência, maus tratos e abandono de incapaz. Ela já está presa na delegacia de Mari e vai ser apresentada à audiência de custódia ainda na manhã desta segunda”, afirmou.
Imagem: Google

Fonte: iBahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário