Inglês Aecus

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Exoneração de comandantes das polícias Militar e Civil de PE é publicada no Diário Oficial

18 de Fevereiro de 2017
O secretário está no cargo há quatro meses – entrou em outubro, substituindo Alessandro Carvalho, que deixou a SDS após três anos de resultados negativos no Pacto pela Vida e foi nomeado para a Assessoria Especial do governador. Gioia afirmou que precisava de um tempo para analisar os quadros na pasta. Na Polícia Militar, a informação divulgada foi de que o agora ex-comandante Carlos D’Albuquerque, responsável pela negociação do reajuste da PM com o governo, pediu para deixar o cargo por motivos pessoais. O coronel Vanildo Maranhão, tido como um oficial de perfil “operacional”, o substituirá. O coronel André Cavalcanti, assume o subcomando da corporação. D’Albuquerque vai para a reserva. Em coletiva de imprensa nessa sexta-feira, o secretário Ângelo Gioia afirmou que já estava programada a troca na Polícia Civil. Sai o delegado Antônio Barros, que estava no cargo havia dois anos, e entra o também delegado Joselito Kerhle do Amaral. Gioia justificou que quer focar nas investigações contra grupos de extermínio e milícias e que precisaria de apurações “mais qualificadas”. O chefe-adjunto será o delegado Charles Gutiergues. O Diário Oficial de Pernambuco deste sábado (18) trouxe a exoneração dos antigos comandos das polícias Civil e Militar e a nomeação dos novos chefes. A troca na Secretaria de Defesa Social (SDS) foi anunciada nessa sexta-feira (17), a uma semana do início de um carnaval marcado por boatos de insegurança antes mesmo de começar. A mudança também foi um dia depois de o governador Paulo Câmara (PSB) sancionar o polêmico plano de reajuste salarial dos PMs e decidir aumentar os valores do programa de jornadas extras da categoria. 

Fonte: NE 10

Nenhum comentário:

Postar um comentário