Inglês Aecus

sábado, 24 de dezembro de 2016

Presos ordenavam crimes dentro do presídio de Petrolina

24 de Dezembro de 2016
A Polícia Civil afirmou, nessa sexta-feira (23), que dois detentos da Penitenciária Dr. Edvaldo Gomes, em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, eram responsáveis pelo comando de duas organizações criminosas que atuavam na região. Um outro homem, de Trindade, também foi apontado como o chefe de uma terceira organização. Os grupos foram desarticulados pela 'Operação Águia', desencadeada pela Polícia Civil nessa quinta-feira (22), nas cidades de Petrolina, Araripina, Trindade, Serrita, além de Marcolândia, no Piauí e Juazeiro do Norte, Ceará. As investigações foram iniciadas há 11 meses. Participam da operação 155 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães. Os envolvidos são suspeitos de participar de homicídios, roubos, estelionato, tráfico de drogas, associação criminosa, corrupção de menores e lavagem de dinheiro. Além dos presos da Penitenciária Dr. Edvaldo Gomes, em Petrolina, outros detentos das cadeias de Trindade e Araripina, também mandavam executar ações de dentro do sistema carcerário. De acordo com a delegada Katyanna Muniz, a operação chegou até os suspeitos após investigar crimes de homicídios e tráfico de drogas ocorridos em Araripina. “Sobre os suspeitos que já estavam presos, inicialmente vão continuar no presídio onde estão. Mas, dependendo da natureza e complexidade que o caso apresenta, a gente pretende solicitar a transferência de alguns desses para o presídio de segurança máxima”, esclareceu a delegada.Prisões Foram expedidos 19 mandados de prisão preventiva e sete de busca e apreensão domiciliar. 11 mandados de prisão foram cumpridos dentro do sistema penitenciário e oito contra pessoas em liberdade, todas presas em casa. A PC confirmou que todos os alvos foram capturados. Durante a operação foram apreendidos 325 gramas de crack, 185 gramas de cocaína, 7,410 kg de maconha, R$ 9 mil de dinheiro em espécie, oito celulares, uma balança de precisão, um revólver calibre 22, uma espingarda calibre 12, dois carros, com suspeita de roubo e clonagem e duas motos. Os suspeitos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Araripina e em seguida recolhidos para a cadeia pública local. Uma mulher foi encaminhada para a cadeia pública de Verdejante.
Ascom PCPE

Fonte: Blog Diniz K-9

Nenhum comentário:

Postar um comentário