Petrocar Transportes

Petrocar Transportes

sexta-feira, 8 de julho de 2016

Suzane Richthofen é punida por fornecer endereço falso quando foi visitar namorado durante o indulto do Dia das Mães

07 de Julho de 2016
Suzane Richthofen foi presa por matar os pais em 2002Robson Fernandjes/29.06.2005/Estadão Conteúdo
Na pequena Angatuba, cidade de 21,5 mil habitantes no sudoeste paulista, ninguém conhece as atividades empresariais de Rogério Olberg, de 37 anos, o novo namorado de Suzane von Richthofen. O rapaz, que alguns chamam de 'Alemão' por causa da cor e dos cabelos claros, é mais conhecido como ex-funcionário da fábrica da Polenghi no município, onde trabalhou muitos anos. Até domingo (08), quando Suzane foi detida por fornecer um endereço falso à Justiça durante a saída do Dia das Mães, ninguém sabia do seu romance com a presa famosa. Nem mesmo sua ex-mulher, Josiele, que trabalha em uma loja de materiais para construção. Para ela, o episódio foi "uma bomba". Eles estão separados há mais de dois anos e Olberg tem um filho de oito anos com ela. Agora, a mulher fala até em rever o acordo de visitas à criança que tem com o ex-marido. "Não processei ainda toda essa história, pois nem falei com ele. Depois vou ver se tomo alguma providência", disse. Olberg é evangélico, mantém uma página no Facebook sem foto pessoal e com poucas informações e, até então, levava uma vida discreta quando estava na cidade. Ele é mais conhecido pelo período em que participava de equipes esportivas da Polenghi. Segundo os conhecidos, o rapaz morava em Itapeva e, depois que saiu da empresa, trabalhou alguns meses na sorveteria de um amigo, em Angatuba. Atualmente, segundo a ex-mulher, ele está trabalhando em Ibiúna, próximo de Sorocaba. Aos fins de semana, vai ao sítio da irmã, no Bairro dos Diogos, a cinco quilômetros da área urbana. Lá Suzane foi surpreendida pelos policiais no domingo. A irmã é dona de uma farmácia na cidade e esse foi o endereço fornecido por Suzane à Justiça, quando obteve autorização para sair da prisão em regime semiaberto por seis dias. Outra irmã do rapaz está presa em Tremembé. O marido dela, que também está preso, foi acusado de abusar da própria filha e a Justiça entendeu que ela foi cúmplice por não tê-lo denunciado. Ela pegou 18 anos. Nas visitas à irmã, que se tornou amiga de Suzane, Olberg acabou se envolvendo com a detenta. Antes de conhecer Olberg, Suzane foi casada com Sandra Regina Ruiz Gomes, conhecida como 'Sandrão', condenada a 27 anos pelo sequestro e morte de um adolescente em Mogi das Cruzes. O 'casal' chegou a partilhar uma cela destinada a casais na penitenciária de Tremembé. Em fevereiro do ano passado, 'Sandrão' conseguiu a progressão para o regime semiaberto e foi transferida para uma unidade de São José dos Campos. O 'casal' se separou.

Fonte: R7 Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário