Petrocar Transportes

Petrocar Transportes

terça-feira, 5 de julho de 2016

Mãe confessa que matou bebê em Ituiutaba porque ele chorava muito

05 de Julho de 2016
Uma mãe foi presa suspeita de matar o filho de 18 dias nesta terça-feira (05) em Ituiutaba. De acordo com a delegada da Polícia Civil, Alessandra Rodrigues da Cunha, a jovem de 20 anos confessou que matou o filho porque o bebê chorava muito. O laudo do médico legista constatou que a causa da morte foi asfixia. O pai do bebê foi preso por omissão e o casal será indiciado por tortura e homicídio triplamente qualificado. A delegada titular da Delegacia da Mulher, Criança e Idoso em Ituiutaba contou que o corpo do bebê tinha sinais de engasgadura e arranhões no pescoço. Além disso, a dona de casa confessou que o filho estava com a clavícula quebrada devido a agressões anteriores. "Ela confessou o crime, como o corpo estava com sinais de engasgadura, a suspeita é que o bebê tenha sido enforcado com as mãos. Ela disse que ele já estava com a clavícula quebrada, mas não levou ao médico com receio de ser presa. Como o pai foi omisso, também responderá por homicídio triplamente qualificado que é quando o motivo é fútil, a vítima não pode se defender e tem emprego de violência", explicou. A Polícia Civil disse que o casal levou a criança ao Pronto Atendimento por volta de 10h00 desta terça-feira. Ao chegar ao local o médico plantonista constatou o óbito e a unidade acionou o Conselho Tutelar. Os conselheiros desconfiaram do homicídio e acionaram a Polícia Civil. "Pedi aos conselheiros para chamar os pais para obter mais informações sobre o caso. Enquanto isso, fui à funerária e solicitei que o corpo fosse para o Instituto Médico Legal para ser periciado. Assim que o médico me passou as informações já pedi aos policiais para ficarem de guarda no Conselho Tutelar para ser feito a prisão em flagrante. Lá mesmo a mãe confessou o crime que aconteceu na casa da família", contou Alessandra. O corpo do menino foi velado na casa da família no Bairro Alcides Junqueira. Ele foi enterrado às 19h00 no Cemitério Parque da Saudade. 

Casal é suspeito de torturar outro filho
A Polícia Civil disse ainda que o outro filho do casal, uma criança de um ano também pode ter sido torturada. A delegada contou que desde o primeiro mês de vida do menino o Conselho Tutelar recebe denúncias que a criança estava sendo agredida. "Hoje o menino não foi encontrado com marcas de agressão, mas há suspeita é que ele também tenha sido torturado. Agora ele será encaminhado para uma casa de abrigo aqui da cidade mesmo", finalizou. O casal foi encaminhado para o Presídio Municipal de Ituiutaba. A delegada disse que dentro de 30 dias encaminhará o inquérito para a Justiça.

Fonte: G1 Triângulo Mineiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário