Petrocar Transportes

Petrocar Transportes

terça-feira, 14 de junho de 2016

Promotor Carlan Carlo coordena equipe do MPPE que reforçará investigações no Caso Beatriz

14 de Junho de 2016
O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) deu início, ontem (13), aos trabalhos que reforçarão as investigações acerca do assassinato da menina Beatriz Angélica Mota, de sete anos, ocorrido no dia 10 de dezembro de 2015 no Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, em Petrolina. Cinco promotores de Justiça estão no caso. Eles são coordenados pelo promotor Carlan Carlo da Silva. A decisão partiu do procurador-geral de Justiça, Carlos Guerra de Holanda, que designou o grupo de atuação na última sexta-feira (10). A determinação, no entanto, foi publicada no último sábado (11), no Diário Oficial do Estado. O objetivo é reunir esforços para esclarecer a morte da criança. Após seis meses do crime que chocou o Estado e gerou diversas manifestações de moradores de Petrolina-PE e Juazeiro-BA, uma nova prova vem ajudando nas investigações conduzidas pela Polícia Civil de Pernambuco. Um vídeo amador que mostra a parte interna da quadra do colégio revela a presença de outro desconhecido próximo ao bebedouro onde Beatriz foi vista pela última vez. Completados seis meses de investigação, nenhum suspeito pelo crime foi preso. Além disso, nenhuma autoria do assassinato foi apontada pela polícia.

Fonte: Blog do Carlos Britto

Nenhum comentário:

Postar um comentário