Petrocar Transportes

Petrocar Transportes

terça-feira, 1 de março de 2016

Prefeitura de Petrolina e Univasf discutem início de atendimento dos consultórios itinerantes

01 de Março de 2016
O início das atividades dos Consultórios Itinerantes em Petrolina foi pauta de uma reunião entre o prefeito Julio Lossio e o reitor da UNIVASF, Junialeni Tolentino. O encontro aconteceu na reitoria da Universidade, nessa segunda-feira (29/02), e contou ainda com a presença do vice-reitor da Instituição de Ensino, Telio Nobre Leite, além dos membros do HU/UNIVASF Ricardo Santana de Lima, gerente de Ensino e Pesquisa, Ronald Juenyr Mendes, gerente Administrativo e Thiago Magalhães, chefe da unidade de planejamento. O projeto Consultórios Itinerantes é baseado no conceito de levar atendimento médico oftalmológico e odontológico a crianças matriculadas em escolas públicas em municípios do semiárido. Em Petrolina a ação será desenvolvida através de uma parceria entre a UNIVASF, Hospital Universitário e Prefeitura. De acordo com o prefeito, Julio Lossio, o objetivo é atender todas as crianças assistidas pela rede municipal de ensino, uma média de 50 mil alunos. Lossio destaca ainda que a expectativa é que as unidades móveis se desloquem até as comunidades em que as crianças estarão. "A ideia é que o município possa oferecer os espaços para receber as unidades, também vamos montar uma estrutura para a triagem das crianças e disponibilizar profissionais de saúde para os atendimentos de oftalmologia e odontologia", destaca o prefeito, acrescentando também que está dialogando com a UNIVASF para instalação de uma residência médica em oftalmologia, o projeto está sendo avaliado pela Instituição. De acordo com o reitor, Junialeni Tolentino, a previsão é que os atendimentos dos Consultórios Itinerantes sejam iniciados no mês de abril. Além da consulta médica, as crianças que tiverem óculos prescritos durante o atendimento já irão recebê-los ao sair do consultório. Os contêineres também estão equipados com um laboratório para atendimento odontológico. Os equipamentos do projeto são financiados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e os insumos serão custeados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). 
Ascom PMP

Fonte: Blog Diniz K-9

Nenhum comentário:

Postar um comentário