Petrocar Transportes

Petrocar Transportes

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Operação Lava Jato: PF cumpre mandado no escritório de Fernando Bezerra em Petrolina

15 de Dezembro de 2015
A Polícia Federal cumpriu na manhã desta terça-feira (15) um mandado de busca e apreensão na Fundação Petrolina 2020, escritório do senador Fernando Bezerra Coelho (PSB), localizado na Rua Irmã Jerônima, no Centro de Petrolina, no Sertão pernambucano. A ação faz parte da Operação Catilinárias e é um dos 53 mandados expedidos pelo Supremo Tribunal Federal (STF) referentes a processos da Operação Lava Jato. O senador disse que irá colaborar com as investigações. A ação policial aconteceu por volta das 5h e durou cerca de 1h30. Segundo o advogado Antônio Melo, que mora ao lado do escritório de FBC, foram levados os discos rígidos de dois computadores, além de documentos. “Eu acordo cedo e neste despertar ouvi um som diferente de corte de aço. Levantei e abri a janela do quarto e vi o pessoal adentrando a Fundação. Perguntei o que estava havendo e eles responderam que eram da Polícia Federal. Pediram que eu descesse para servir como testemunha da ação. Desci e acompanhei toda a atividade”, contou a testemunha do caso. Segundo Antônio Melo, dois computadores chegaram a ser abertos para a extração da memória. “Procuravam apenas por documentos e computadores. Desmontaram duas máquinas para levar os HDs”, disse. Cerca de seis policiais realizaram a ação no escritório em dois carros. Em nota, a assessoria de comunicação do senador Fernando Bezerra Coelho informou que "o senador reitera sua confiança no trabalho das autoridades que conduzem este processo investigatório, acreditando no pleno esclarecimento dos fatos, e continua, como sempre esteve, à disposição para colaborar com os ritos processuais e fornecer todas as informações que lhe forem demandadas". 

A Operação
A Operação acontece em outras cidades pelo país. Em Brasília-DF, a PF realizou mandado de busca e apreensão na residência oficial do presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), assim como em sua residência no Rio de Janeiro. Ao menos 12 policiais e três viaturas foram deslocados para a casa de Cunha em Brasília, que fica na Península dos Ministros. Também são alvos de mandados de busca e apreensão o deputado federal Aníbal Gomes (PMDB-CE) e o senador Edison Lobão (PMDB-MA), também investigados pelo Ministério Público Federal.

Fonte: G1 Petrolina e Região

Nenhum comentário:

Postar um comentário