Petrocar Transportes

Petrocar Transportes

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Frota de ônibus em Petrolina será renovada ainda este ano, segundo Setranvasf

21 de Dezembro de 2015
O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Vale do São Francisco (Setranvasf) confirmou a entrega de 22 novos ônibus até o final deste ano. Os novos veículos – em parte fabricados em 2015, em parte fabricados em 2013 – se somam a outros cinco veículos seminovos adquiridos no primeiro semestre desse ano e que já estão em circulação. Ao todo a cidade conta hoje com 78 ônibus. Segundo Josiclea Rodrigues, gestora do Setranvasf, os veículos foram adquiridos pelas duas empresas operadoras para substituir unidades que possuem entre 11 e 18 anos uso e, também, ampliar a frota. Ainda segundo a gestora, a ampliação da frota está aguardando definição da Empresa Petrolinense de Trânsito e Transporte Coletivo (EPTTC), mas um dos bairros que será beneficiado será o João de Deus. No começo do ano as empresas e a EPTTC firmaram Termo de Ajuste de Conduta (TAC) com o Ministério Público de Pernambuco, cujo cumprimento previa substituição de mais 11 veículos antigos da frota (além de cinco já substituídos quando da assinatura do Termo) enquanto se aguarda a realização do processo licitatório previsto para 2017 – mas que deve ser antecipado, conforme o mesmo TAC, para 2016. O prazo para a aquisição dos veículos se encerra dia 31/12/2015, mas as empresas resolveram “dobrar a meta”. 

Esforço
Segundo o Setranvasf diante da perspectiva de uma licitação – e das incertezas trazidas às empresas – a renovação representa um esforço enorme pela melhoria dos serviços “Não poderíamos fazer uma renovação deste tamanho apenas com veículos zero quilometro porque não temos segurança jurídica para realização de um investimento desse porte, então, a solução que encontramos foi de equilíbrio“. Em 2014 as empresas incorporaram outros 12 veículos (entre novos e seminovos) à frota. A renovação total chega a 39 veículos. A frota também foi ampliada em 4 veículos para atender a demanda dos conjuntos residenciais. 
Foto: Alex Claudino

Fonte: Blog do Carlos Britto

Nenhum comentário:

Postar um comentário