Petrocar Transportes

Petrocar Transportes

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Projeto Solidariedade Não Tem Idade movimenta APAE de Petrolina

24 de Novembro de 2015
A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Petrolina teve uma terça-feira (24) de muitas brincadeiras, danças e música, com o encerramento da edição 2015 do Projeto “Solidariedade Não Tem Idade”. O encontro começou às 09h00 da manhã e se repetiu no turno da tarde, com a participação de 10 turmas de alunos – do Maternal I ao primeiro ano (Educação Infantil) do Plenus Colégio e Curso. Num clima de muita festa e comunhão com o próximo, as 150 crianças do Plenus e os 300 alunos internos da instituição abriram o encontro com uma oração e uma carinhosa dinâmica do abraço. Na sequência, as trocas de sorrisos e atenção continuaram nos aplausos à quadrilha junina apresentada pelos alunos da APAE e a retribuição dos visitantes que cantaram em coro a canção Um Anjo do Céu, de Mascavo. Depois do lanche comunitário e a entrega de um presente - CD com músicas variadas - a despedida foi marcada por um sentimento de alegria e satisfação de um sonho realizado, conforme afirmou a diretora pedagógica do Plenus Sílvia Santos. O projeto “Solidariedade Não Tem Idade” foi criado há seis anos e, nesta edição, buscamos priorizar o aprendizado com a preocupação com o outro, colhendo um resultado extremamente positivo. Afinal,é do coração da infância que extraímos a base da nossa memória de adultos”, lembrou Sílvia Santos. Segundo a Coordenadora da Escola, Paula Cristina, esta edição teve início no mês passado, com a campanha do brinquedo, na qual cada aluno escolheu, entre os seus brinquedos, aqueles que queria doar a uma criança carente. “Arrecadamos mais de 200 brinquedos e fomos, com os alunos, entregar na creche Maria Gorete, do bairro Dom Avelar. Depois deste momento, as crianças, de 2 aos 6 anos participaram de sessões de vídeo, pesquisas, contação de histórias e conversas preparatórias para este encontro na APAE. Falamos muito com eles sobre as diferenças, as atitudes solidárias e a aceitação. E eles entenderam tudo direitinho e gostaram muito do projeto”, concluiu Paula Cristina.
Ascom Clas Comunicação

Fonte: Blog Diniz K-9

Nenhum comentário:

Postar um comentário