Petrocar Transportes

Petrocar Transportes

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

‘Outubro deve ser o mês mais quente em Petrolina’, diz meteorologista

03 de Outubro de 2015
Com o início da primavera, a população de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, já começa a sentir o calor e os efeitos das altas temperaturas. A mudança climática acontece porque, durante a estação, os dias são mais prolongados que as noites e chegam a durar 12h, devido a posição do sol em relação à terra. Segundo o meteorologista da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), Mário de Miranda, a tendência é que as temperaturas continuem aumentando até a chegada do verão, que acontece em 21 de dezembro, quando os dias passam a durar 12h30. “O que faz aumentar a temperatura é o comprimento do dia. Com o sol nascendo mais cedo e se pondo mais tarde é como se estivesse aquecendo a terra paulatinamente”, explica. De acordo com os registros do Laboratório de Meteorologia da Univasf (labMet), nos últimos cinco anos o mês de outubro têm sido o mais quente, com temperaturas médias de 32, 9º em 2014, 33.9º em 2013, 32º em 2012, 33.5º em 2011 e 34.6º em 2010. Ainda não há uma previsão média de temperaturas para o mês no ano de 2015, mas Mário de Miranda explica que, mais uma vez, este será o mês mais quente em Petrolina. “É o período em que o sol incide diretamente na nossa região. Em fevereiro, há uma situação semelhante quanto ao posicionamento do sol, mas a umidade no período é diferente, pois já é um período de chuvas”, argumenta o meteorologista. 

Cuidados com o sol
Segundo o clínico geral, Victor Ribeiro, o aumento da incidência das radiações ultravioletas A e B (UVA e UVB) causam respectivamente o envelhecimento da pele e lesões pré-malignas e malignas, como câncer de pele. Para amenizar os efeitos do sol e manter uma rotina saudável no mês mais quente do ano, o clínico geral alerta para cuidados com a saúde. “Temos que estar atentos ao uso do protetor solar diariamente de preferência com o Fator de Proteção Solar (FPS) acima de 40, em caso de banho ou suor excessivo, deve-se repetir o uso a cada duas horas. Também é importante a ingestão de grande quantidade de água, aproximadamente 2 litros por dia.”, orienta. O médico também aconselha que os profissionais que trabalham expostos ao sol devem usar óculos escuros, bonés, calças e camisas longas, de preferência de cor branca para uma maior proteção do calor e das radiações. 

Fonte: G1 Petrolina e Região

Nenhum comentário:

Postar um comentário