Petrocar Transportes

Petrocar Transportes

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Moradores do José e Maria em Petrolina, "dormem" na AME do bairro pra conseguir ficha pra consulta

20 de Novembro de 2017
Moradores do Bairro José e Maria, em Petrolina, reclamam da dificuldade para se conseguir uma consulta médica na AME Lia Bezerra no referido bairro. Segundo informações de populares, para se conseguir uma ficha para atendimento, os moradores tem que chegar na AME por volta das 02h00 da madrugada, devido a pequena quantidade de fichas para atendimento. Nossa reportagem constatou o fato nessa madrugada de domingo (19), se fazendo presente ao local às 02h30 da manhã. Como a demanda é muito grande, de nada adianta chegar após esse horário, pois não se encontra mais fichas disponíveis. Moradores relatam que o risco é muito grande ao ter que sair de suas residências na madrugada, principalmente para mães que fazem esse percurso com seus filhos pequenos para pegar a fila e conseguir uma ficha às 06h00 da manhã, que é quando o vigilante abre as portas do referido posto para que a população possa entrar na AME. A comunidade questiona o governo municipal, até quando esse problema vai perdurar, sendo que foi uma das promessas de campanha do prefeito.
Por Cleber Sena

Fonte: Blog Diniz K-9

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

TSE pede que governo mude horário de verão 2018 devido às eleições

17 de Novembro de 2017
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) quer que o governo federal mude a data do horário de verão do próximo ano. Em encontro com o presidente Michel Temer, nessa quinta-feira (16), no Palácio do Planalto, o presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, entregou um ofício solicitando que em 2018 o horário de verão comece após o segundo turno das eleições gerais. Normalmente, o horário de verão começa no mês de outubro. Em nota divulgada em seu site, o TSE explica que “a razão do pedido é garantir que os diferentes fusos horários existentes no Brasil, acentuados pela mudança de ponteiros que tradicionalmente ocorre nos meses de verão nas regiões do Centro-Sul do país, não causem atrasos na apuração dos votos e na divulgação do resultado das eleições”. De acordo com o TSE, o Código Eleitoral determina dia e hora em que as eleições ordinárias devem ocorrer: “O primeiro turno deve ser das 8h às 17h do primeiro domingo do mês de outubro, e o segundo turno, no mesmo horário do último domingo do mesmo mês.” Mas por causa dos quatro fusos horários do país, o início e o encerramento da votação não ocorrem de maneira simultânea em todo o território nacional, diz o órgão eleitoral. Segundo o tribunal, por causa dos fusos, o horário de verão agrava o problema do início e fim da votação das eleições ordinárias. “Por exemplo, as urnas no Acre são fechadas três horas depois de a contagem de votos já ter sido iniciada nas regiões Sul, Sudeste e parte do Centro-Oeste”. “No caso de eleições estaduais, esse aparente descompasso não causa problemas. Contudo, em se tratando de uma eleição geral como a do ano que vem, com votação para presidente da República, essa diferença de horário pode confundir o eleitor e provocar um aumento no número de abstenções de voto”. O TSE informa ainda que o pedido de mudança no início do horário de verão de 2018 também foi encaminhado para o Ministério de Minas e Energia.
Imagem: Google

Fonte: Correio

Governo vai proibir abertura de novos cursos de medicina por 5 anos

17 de Novembro de 2017
O presidente Michel Temer vai decretar moratória para que novos cursos de medicina fiquem proibidos pelos próximos cinco anos no Brasil. O decreto deve ser assinado por Temer até o fim do ano. A informação foi divulgada inicialmente pela colunista Mônica Bergamo, de Folha de S. Paulo, e confirmada pelo Ministério da Educação (MEC). "Há um clamor dos profissionais de medicina para que se suspenda por um período determinado a abertura de novas faculdades, em nome da preservação da qualidade do ensino", explica o ministro Mendonça Filho (DEM-PE). Há dois editais em andamento para abertura de novos cursos, lançados ainda no governo de Dilma Rousseff. Os dois devem ser concluídos, de acordo com o ministro. A medida segue uma direção diferente das gestões recentes do MEC, que investiram na expansão dos cursos como tentativa de suprir déficits na distribuição de médicos pelo pais. No Norte, o número de habitantes por médico é quase o triplo do Sudeste. "O MEC levou em conta os dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), que apontam que o Brasil já atingiu as metas de alunos/vagas estabelecidas, de cerca de 11.000 por ano", diz nota do MEC. "A medida visa a sustentabilidade da política de formação médica no Brasil, preservando a qualidade do ensino, já que o Brasil é referência na formação médica."
Foto: Ares Soares/Unifor

Fonte: Correio

Bahia terá concurso com mil vagas para Polícia Civil

17 de Novembro de 2017
Durante transmissão de um programa via Facebook o governador da Bahia, Rui Costa confirmou a publicação do edital do concurso da Polícia Civil ainda este ano. Serão 880 vagas para investigador de polícia, 82 para delegado e 38 para escrivão. O edital de abertura para inscrição dos candidatos no certame está previsto para ser lançado na primeira quinzena de dezembro deste ano. “Me reuni nesta semana com o secretário da Segurança Pública, com o secretário da Administração do Estado e também com o secretário da Fazenda, e nós batemos o martelo, e o concurso público será realizado com mil vagas para a Polícia Civil, entre agentes policiais civis e delegados”, afirmou o governador. O Governador do Estado autorizou a realização de concurso público para contratação de mil novos policiais civis, atendendo a resolução número 433/2017, expedida pelo Conselho de Política de Recursos Humanos (Cope). O Cope é um colegiado consultivo e de supervisão que tem por finalidade estabelecer diretrizes e normas relativas à política de recursos humanos do Estado. O conselho é presidido pelo secretário da administração e composto por outros três secretários de estado, além do procurador geral e pelo superintendente de Recursos Humanos do Estado. A Polícia Civil solicitou a abertura do concurso para delegados, investigadores e escrivães em função da aposentadoria, exonerações e falecimento de policiais. O pedido passou por análise da Secretaria da Administração quanto ao número de vagas disponível nas carreiras e pela avaliação da Diretoria de Planejamento Orçamentário, para verificar a disponibilidade orçamentária e financeira. Os estudos foram encaminhados ao Cope para subsidiar a decisão dos conselheiros. O Governador autorizou a realização do concurso, homologando a resolução do Cope. 

Nomeação
A previsão para o ingresso dos novos policiais civis na corporação é em julho de 2018. Antes de serem convocados os candidatos vão fazer provas objetivas e discursivas. Depois precisam passar por exames médicos e teste de aptidão física, fases que também são eliminatórias. Serão submetidos também a exames psicotécnicos e passarão por investigação social. Em junho deste ano, aconteceu o maior concurso da história da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, com cerca de 140 mil candidatos para 2.750 vagas (2 mil para PM e 750 para Bombeiros). Ainda em 2017, ocorreu também o concurso para oficiais, sendo 60 da PM e 30 do Corpo de Bombeiros. O governo também aumentou o valor pago aos policiais pelo Prêmio por Desempenho Policial (PDP), concedido àqueles que atingirem as metas de redução de criminalidade nas suas áreas de atuação. Além do aumento no valor, o governo passou a conceder a premiação duas vezes ao ano a conceder para um número maior de policiais.

Fonte: Correio

Bairros da Zona Leste de Petrolina ficarão sem água neste sábado (18)

17 de Novembro de 2017
Neste sábado (18), alguns bairros da Zona Leste de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, terão o fornecimento de água interrompido. A previsão, de acordo com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), é que o serviço volte ao normal no domingo (19). A Compesa informou que o corte no fornecimento acontecerá em virtude de um conserto em uma rede da Avenida da Integração, que abastece os bairros. Confira os nomes dos locais que ficarão sem água:
Vila Eduardo 
Cidade Universitária 
Vila das Imbiras 
Vila dos Ingás 
Henrique Leite 
Jatobá I e II 
São José 
Fernando Idalino 
Novo Horizonte 
Carneiros 
Alto Cheiroso
Imagem: Google

Fonte: G1 Petrolina e Região

MPF pede bloqueio de R$ 24 milhões de Lula e do filho dele

17 de Novembro de 2017

O Ministério Público Federal (MPF) pediu ao juiz federal Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal do Distrito Federal, o bloqueio de 23,9 milhões de reais do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de um dos filhos dele, Luís Cláudio Lula da Silva. A solicitação de bloqueio, que mira 21,4 milhões de reais de Lula e 2,5 milhões de reais de Luís Cláudio, foi feita no processo aberto contra ambos a partir da Operação Zelotes. Em decisão publicada na última segunda-feira, o magistrado determinou que o ex-presidente e seu filho sejam intimados e se manifestem em até cinco dias úteis sobre o pedido do MPF, ou seja, até o próximo dia 21 de novembro. A partir daí, o juiz poderá decidir sobre os bloqueios. Lula é réu pelos crimes de tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa nas negociações que levaram à compra de 36 caças suecos Gripen pelo governo brasileiro e à prorrogação de incentivos fiscais destinados a montadoras de veículos por meio da Medida Provisória 627. Segundo o MPF, a atuação do petista rendeu 2,5 milhões de reais a Luís Cláudio, pagos pelo escritório Marcondes & Mautoni, do casal Mauro Marcondes e Cristina Mautoni, também réus nessa ação penal e alvos de pedido de bloqueio de 22,1 milhões de reais. O pagamento ao filho de Lula foi justificado por um contrato de prestação de serviços que, segundo os investigadores, era fictício. O processo está na fase de interrogatório dos acusados. Lula e Luís Cláudio seriam ouvidos no último dia 3 de novembro, mas o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) aceitou um recurso das defesas de ambos e suspendeu as oitivas deles. O desembargador Néviton Guedes entendeu que os depoimentos não poderiam ser colhidos antes que todas as testemunhas arroladas e autorizadas pelo tribunal fossem ouvidas, incluindo as residentes no exterior. 

Fonte: Veja

Agrovale adquire maquinário para reduzir queima da palha da cana-de-açúcar

17 de Novembro de 2017
Uma máquina com a capacidade de produção diária de 150 fardos e recolhimento nos campos de 18 toneladas de palha de cana-de-açúcar. Este foi o equipamento adquirido pela Agrovale que deve reduzir a queima da palha e a incidência da incômoda fuligem nas cidades de Juazeiro-BA e Petrolina-PE – motivo de insistentes reclamações por parte da população das duas cidades. De acordo com o gerente responsável pela mecanização e colheita da empresa, Augusto César, a máquina enfardadora foi testada e aprovada na última terça-feira (14), pelos excelentes resultados obtidos durante o recolhimento da palha em diversas áreas de produção. “Com a aquisição desta máquina e de mais uma outra unidade, que será adquirida até abril de 2018, pretendemos reduzir consideravelmente a queima da palha em nossos canaviais“, diz Augusto. Com o uso das máquinas, além de reduzir a queima, a Agrovale também vai solucionar um problema agronômico: o desenvolvimento de pragas e ineficiência de diversos tratos culturais em função da presença de palha no solo. Augusto César também lembrou que a palha tem um alto potencial energético. “Uma tonelada de palha é capaz de gerar um megawatt de energia, quase o dobro do poder calorífico do bagaço da cana. Com isso também estaremos atendendo nossa produção de bioeletricidade e fornecendo ração animal para melhoramento dos rebanhos da região“, garantiu. 

Ação Social
A empresa firmou convênio com a prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano (SEMAURB), com o objetivo de doar parte da palha recolhida pela máquina enfardadora para alimentação dos animais apreendidos e levados ao depósito do município. Os pequenos criadores cadastrados em programas sociais da cidade também serão contemplados com esta doação. Em 2017, a Agrovale doou 600 toneladas de bagaço hidrolisado da cana-de-açúcar para as associações de produtores rurais, por meio da Agência de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária do município (Adeap). O bagaço vem servindo de suporte alimentar para os animais (caprinos, ovinos e bovinos) da zona rural, nesse período de grande estiagem. O gerente enfatizou que a aquisição da máquina enfardadora marca uma nova etapa do projeto socioambiental da Agrovale, que teve um momento significativo em 2011 com o início da colheita crua mecanizada. 
Foto: Divulgação

Fonte: Blog Izacolândia Notícias

Estudante de Petrolina ganha pela segunda vez medalha de ouro na Obmep

17 de Novembro de 2017
Um estudante de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, se destacou durante a 13º Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). Pela segunda vez consecutiva, Júlio César Coelho de Amorim, de apenas 14 anos, foi premiado com medalha de ouro. A competição contemplou alunos do 6º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio, de escolas públicas e privadas de todo o país. Além de Júlio César, outros dois estudantes, também de escolas públicas de Petrolina, foram premiados com medalhas de prata e de bronze. Aluno da Escola Municipal João de Macêdo, localizada no bairro Cristália, Zona Rural do município, Júlio César é hábil com os números, e desfaz a ideia, comum entre os estudantes, de que a matemática é uma disciplina difícil e assustadora.

OBMPE 
A Obmep foi criada em 2005 pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), com o objetivo de incentivar o estudo da Matemática e mostrar novos talentos. Antes destinado somente a estudantes de escolas públicas, este ano a competição incluiu alunos de instituições privadas. Ao todo, foram 500 medalhas de ouro, 1.500 de prata, 4.500 de bronze e mais de 40 mil menções honrosas para escolas públicas. Já as escolas particulares foram contempladas com 25 medalhas de ouro, 75 de pratas, 225 de bronze mais de 5 mil menções honrosas. 

Fonte: G1 Petrolina e Região

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Espaço do Leitor: Invisibilidade Pública

08 de Novembro de 2017
O ser humano em si quer ser visto, lembrado, notado, reconhecido e, acima de tudo elogiado. De preferência publicamente, em capa de revista, jornal impresso, e, canal de televisão. Nas entrelinhas, as pessoas estão em busca de aceitação e querem ser valorizadas naquilo que fazem. Entretanto, há uma classe de gente que fazem um trabalho extraordinário à sociedade, porém, ninguém as enxerga, não são cumprimentadas e muito menos elogiadas. Prestam um serviço de grande importância à população, contudo, passam despercebidas do grande público, são invisíveis aos olhos de todos. Além disso, não recebem um bom dia, uma boa tarde ou qualquer indicativo de gentileza. Refiro-me aos garis. Essa classe de pessoas só é lembrada, quando vemos em nossa porta ou em qualquer ponto da rua o acúmulo de lixo. Aliás, lixos colocados pelos próprios moradores. Esses profissionais da limpeza executam um trabalho árduo e penoso. Nunca são valorizados em suas funções e, nem tampouco, em seus salários. Este tema em discussão é tão importante e atual, que fora defendido em tese de mestrado por, Fernando Braga da Costa, psicólogo da USP. Sua pesquisa acadêmica era mostrar que os homens que varrem as ruas da cidade, são desprezíveis e ignorados por uma grande parcela da sociedade. Mas, como provar e fundamentar essa argumentação? Ele mesmo sentiu na pele o que é ser menosprezado perante os próprios colegas de trabalho. Ou seja, submeteu a uma rotina do ofício durante oito anos naquela universidade. Em determinado período, fazia o serviço de gari, com luvas, boné, macacão vermelho, e, vassoura na mão. Por incrível que pareça, ninguém o reconhecia, simplesmente, porque não olhava para ele. Nas próprias palavras dele, parecia mais um poste, uma parede ou qualquer coisa e não gente de carne, osso e músculos. Já em outra situação, sem as indumentárias tradicionais da profissão, no campo da instituição de ensino, pelos corredores, professores o cumprimentavam, o abraçavam, davam tapinhas nas costas, parava para bater um papo e, conversava normalmente. Nem de longe percebiam ou sonhavam que o Fernando Gari, era a mesma pessoa do dia a dia como acadêmico. Quando chegava a casa depois de um dia de jornada, seu coração partia de angústia e tristeza porque sentira a experiência da indiferença de ser tratado como um objeto e não como um ser humano. Só sabemos o valor dessas pessoas, quando por alguma ocasião, o lixo não é recolhido, ou quando a empresa que os mesmos são funcionários, não recebe o pagamento como prestadora de serviço e, paralisam suas atividades. Nessas circunstâncias, os odores horríveis se espalham rapidamente pela cidade, e com um olhar atento, observamos se estão vindos para fazer a limpeza da avenida ou do bairro. Mesmo assim, são desejados e lembrados nessas horas, não pela pessoa que é, mas pelo serviço que prestam. Os garis também se sentem discriminados, e mesmo exercendo uma função social em benefício dos cidadãos, precisam urgentemente de uma inclusão profissional como qualquer curso de cunho universitário. Hoje está em voga o preconceito racial da pessoa de cor negra. A televisão brasileira tem dado espaço e voz à defesa dos interesses dessa classe de pessoas, que a meu ver, são importantes em todas as instâncias de sua existência. Muitos movimentos lutam pela responsabilidade social; racismo; violência contra a mulher em todas as suas formas; das crianças; intolerância etc. Deveriam também incluir os garis porque sem eles não teríamos um serviço de limpeza e nem encontraríamos qualquer pessoa para fazer este relevante trabalho em qualquer país do mundo. Braga destacou em sua tese que os garis são oriundos do Nordeste, negros ou mulatos, mas que muitos deles são brancos também. E um diferencial destacado é que entre eles sabem discerni os tipos de pessoas de classe social que passam por eles quando estão varrendo às ruas. Ou seja, sabem se o sujeito tem dinheiro ou não. Eles percebem essa diferença com muita facilidade. Outro fato curioso em minha pesquisa, falou o mestrando, eles notarem as minhas relações socioeconômicas em relação à deles. No primeiro dia de trabalho perceberam que eu não era mais um recém-chegado e fui tratado de uma forma completamente diferente. Trataram-me de uma maneira tal que me senti honrado junto a eles. Uma vassoura nova fora reservada a minha pessoa, os serviços que exigiam maiores esforços eu era poupado, até minha área de serviço era um local mais limpinho. Com essa atitude de sensibilidade queriam em todo tempo me proteger. “Conclusivamente, foram os oitos anos mais vividos da minha vida e mudaram profundamente meus conceitos como ser humano. Certo dia, no café da manhã, um deles pegou uma latinha do lixo, certamente com bactérias, formigas, baratas e toda espécie de sujeira e a utilizou. E todos os olhares expectantes para saber se o jovem rico que estava entre eles beberia também, e, não livre de algumas sensações desagradáveis, eu bebi”. “Quando volto para meu mundo real, eu choro, porque esses trabalhadores são tratados piores que animais domésticos, pois, estes são chamados por seus nomes com expressões de carinho e, enquanto aqueles são vistos como uma árvore, um orelhão, uma coisa etc.”. O psicólogo finaliza seu trabalho acadêmico com as seguintes palavras: “Fui curado da minha doença burguesa”. 
Por Antonio Damião Oliveira da Silva (damis.oliver@hotmail.com) - Guarda Municipal de Petrolina-PE -  Graduado em Matemática pela FFPP

Fonte: Blog Diniz K-9

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Pastoral Social da Paróquia São Paulo, no Bairro Areia Branca, em Petrolina, agradece doações da UNINASSAU

30 de Outubro de 2017
O pouco com Deus é muito, o muito sem Deus é nada! A Paróquia São Paulo, por meio da Pastoral Social, vem agradecer a UNINASSAU, a doação de alimentos, os quais foram arrecadados por essa instituição de ensino. Tais alimentos reforçaram este mês as cestas básicas que entregamos a diversas famílias carentes da nossa comunidade. Que o exemplo e a generosidade da UNINASSAU nos fortaleça e nos anime na continuidade desse importante serviço, que faz jus à comunhão fraterna com o nosso semelhante. Além da UNINASSAU, queremos citar a professora Eliete G. Maia de Sá Araújo, que foi a idealizadora da campanha. A vocês todos enfim, nosso muitíssimo obrigado! Deus lhes conceda muitas bençãos!

Fonte: Blog Diniz K-9

domingo, 29 de outubro de 2017

Voluntariado do HDM/IMIP recebe doação do Rotary Club Petrolina

29 de Outubro de 2017
O Voluntariado do Hospital Dom Malan/IMIP de Petrolina recebeu na tarde dessa quinta-feira (26) uma doação de enxoval do Rotary Club Petrolina Norte. O novo presidente, Coronel Carlos Pereira, fez questão de entregar pessoalmente as roupinhas de bebê e firmar parceria com o grupo. “Conhecemos o trabalho do Voluntariado do Dom Malan recentemente, em uma visita à nossa sede realizada por Ruy Holanda e nos encantamos com a proposta. O Rotary é uma rede global também formada por voluntários e por isso a identificação imediata. Esse é só o início de uma parceria e nós pretendemos em breve doar outros materiais que identificamos como necessários”, ressalta o Coronel. De acordo com o coordenador do Voluntariado do HDM/IMIP, por mês são atendidas de 20 a 40 mulheres em situação de vulnerabilidade. “Muitas mães vem parir sem ter uma roupa ou sabonete para o bebê e o Voluntariado, através da busca ativa, identifica essas mulheres e doa todo o material necessário para aquele momento. Muitas vezes elas recebem vestidos, camisolas, material de higiene, fraldas, e até bolsas e saídas de maternidade. Ajudamos sempre com o que temos disponível”, garante Ruy. Quanto ao controle sobre as doações, Ruy afirma que é bem rigoroso. “Nós temos um protocolo de entrada, saída e tudo é muito organizado. É um trabalho muito sério e que visa atender à demanda social do Dom Malan”, esclarece. Ainda sobre doações, Ruy lembra que a Campanha do Enxoval do Bebê 2017 já está acontecendo e que qualquer pessoa interessada em participar pode entrar em contato com o Voluntariado pelo telefone (87) 3202-2707. 
Por Anna Monteiro - Assessoria de Comunicação Hospital Dom Malan/IMIP

Fonte: Blog Diniz K-9

Jovem é morta a tiros por ex-companheiro em Sobradinho-BA

29 de Outubro de 2017
Na noite desse sábado (28), uma jovem foi brutalmente assassinada por seu ex-companheiro na cidade de Sobradinho-BA. A vítima foi identificada por Erika Isabel Sá de Souza, de 23 anos, natural de Juazeiro, foi morta a tiros dentro de uma residência. Segundo informações o autor do crime é seu ex-companheiro de vulgo “Dudé“. O autor do crime até o fechamento desta matéria não foi preso. Prepostos do IML foram até o local e recolheram o corpo da vítima para o setor de necropsias da unidade.

Fonte: Vale em Foco

Ciclistas e pedestres poderão ser multados por infrações de trânsito a partir de 2018

29 de Outubro de 2017
Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) pretende aumentar a segurança nas vias públicas, evitando condutas de risco Para reforçar a segurança da população nas vias públicas, o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) regulamentou sanções aos ciclistas e pedestres que cometerem infrações de trânsito. A medida deve começar a valer nos próximos 180 dias. Entre as violações descritas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) estão: cruzar faixas em viadutos, pontes, ou túneis, assim como os cruzamentos de pistas. Os pedestres também não podem ficar na pista por onde passam os automóveis. Os pedestres ficam sujeitos ao pagamento de multa de R$ 44,19. O valor corresponde à metade da cobrança por uma infração leve conferida a motoristas. Já para os ciclistas, a cobrança pode chegar a R$ 130,16, quando rodarem em locais onde a circulação de bicicletas seja proibida. “Essas regras são para garantir, em primeiro lugar, além da segurança destes pedestres e ciclistas, a de todos que estão no trânsito. Ainda que o pedestre seja a parte mais frágil, ele também pode causar um acidente quando não cumpre as regras do trânsito e coloca todos os outros em situação de risco”, ponderou o diretor do Denatran, Elmer Vicenzi. Ao perceberem a infração, os agentes de trânsito vão identificar o pedestre ou ciclista a partir do documento de identidade e CPF. 

Fonte: Governo do Brasil

Policiais militares do 5º BPM recuperam moto roubada em Petrolina

29 de Outubro de 2017
De acordo com informações policiais, por volta das 08h00 de hoje (29), policiais militares do 5º BPM quando realizavam rondas com abordagens a pessoas e veículos na sua área de atuação, foram empenhados pela Central de Operações e compareceram á Rua do Incenso s/n, Bairro Alto do Cocar, para verificar uma denúncia de arrombamento e invasão de domicílio. Chegando ao local informado os policiais constataram a veracidade da denúncia, e encontraram detidos no local pelo proprietário do imóvel, William Vieira dos Santos, de 30 anos, e M.E.C., de 35 anos, e a Motocicleta Honda CG 160, de placa PJP-7178/BA, com registro de roubo no sistema SINESP Cidadão. Diante do fato o veículo recuperado juntamente com os imputados foram conduzidos à 1ª Delegacia de Polícia Civil onde foram apresentados e entregues para adoção das medidas pertinentes ao caso.
Ascom 5º BPM/PMPE

Fonte: Blog Diniz K-9

Jovem é apedrejado até a morte em Lagoa Grande-PE.

29 de Outubro de 2017
De acordo com informações policiais, na manhã desse sábado (28), o jovem identificado como Jean Dorson Carneiro, foi encontrado morto nas imediações da ponte que divide os municípios de Petrolina e Lagoa Grande. Ainda segundo informações policiais, Jean teria sido morto a pedradas. O jovem era funcionário da Secretaria de Assistência Social da Prefeitura de Lagoa Grande. Após a perícia pelo Instituto Criminalista, o corpo foi removido ao Instituto de Medicina Legal de Petrolina. A Polícia Civil vai investiga o caso.
Ascom 7ª CIPM/PMPE/Imagens: Reprodução/WhatsApp

Fonte: Blog Diniz K-9

Carreta pega fogo em rodovia no acesso a Petrolina

29 de Outubro de 2017
Nesse sábado (28) uma carreta pegou fogo na BR-428, no acesso a Petrolina, Sertão pernambucano. Duas pessoas que estavam nela, o condutor e um passageiro, conseguiram sair a tempo. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o motorista da carreta disse ouviu um barulho embaixo da cabine do veículo antes do fogo começar. O incêndio atingiu toda a parte da frente do veículo. A causa do incêndio ainda não foi identificada.

Fonte: G1 Petrolina e Região

sábado, 21 de outubro de 2017

Ministros do TST apontam 'retrocesso' em portaria do governo sobre trabalho escravo

21 de Outubro de 2017
Pelo menos dois ministros do Tribunal Superior do Trabalho (TST), instância máxima da Justiça trabalhista no país, atacaram a nova portaria do governo que redefine o conceito de trabalho escravo e muda as regras de fiscalização sobre a prática no país. Atuais integrantes da Corte, Maria Helena Mallmann – juíza do trabalho desde 1981 – e Lelio Bentes Corrêa – que fez carreira no Ministério Público do Trabalho – chamaram a norma de “retrocesso”. Na última quarta (18), Mallmann criticou a portaria na presença do ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, sentado à mesma mesa que ela em um seminário internacional sobre trabalho seguro realizado em Brasília (veja no vídeo acima). “Fomos surpreendidos, ministro, com a portaria 1.129, editada pelo Ministério do Trabalho, cujas medidas, perdoe-me senhor ministro, no meu ponto de vista, consagram um retrocesso na luta contra a erradicação do trabalho escravo no Brasil”, disse, sob aplausos. O Ministério do Trabalho, porém, afirma que a portaria agilizará a abertura de processo criminal contra quem explora trabalho escravo. Entre os apoiadores da medida, está a Confederação Nacional da Indústria (CNI). Em entrevista ao G1, Lelio Bentes, especialista em trabalho infantil e escravo e colaborador da Organização Internacional do Trabalho (OIT) desde 2002, também disse que a portaria é “retrocesso inadmissível” por, segundo ele, contrariar a lei brasileira e convenções internacionais. “A portaria, por definição, como ato administrativo, não pode ir além e muito menos contra a lei. À toda evidencia restringe o conceito previsto no Código Penal e por isso padece de flagrante ilegalidade”, afirmou. 

O que diz a portaria, a lei e a Justiça
A portaria 1.129, publicada no último dia 16, mudou a forma de caracterizar o trabalho análogo à escravidão, remetendo a um conceito que era aplicado antes de 2003. Naquele ano, o Código Penal passou a definir trabalho escravo como aquele que submete o empregado a trabalho forçado ou a jornada exaustiva, a condições degradantes, além daquele que restringe sua locomoção. Assim, pelo entendimento da Justiça, a verificação de qualquer dessas situações caracteriza o trabalho escravo. “Para a configuração do crime do art. 149 do Código Penal, não é necessário que se prove a coação física da liberdade de ir e vir ou mesmo o cerceamento da liberdade de locomoção, bastando a submissão da vítima 'a trabalhos forçados ou a jornada exaustiva' ou 'a condições degradantes de trabalho', condutas alternativas previstas no tipo penal”, diz uma decisão de 2012 do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o assunto. A nova regra do governo não muda a definição do Código Penal, mas traz uma nova orientação aos fiscais do trabalho no momento de verificar, em visita pessoal, os locais onde há suspeitas de trabalho escravo. A portaria entende por trabalho análogo à escravidão somente aquelas situações que afetam a liberdade de ir e vir do empregado ou àquelas nas quais sofre coação, na qual trabalha sob ameaça de punição. Assim, para o governo, o trabalho forçado, a jornada exaustiva e as condições degradantes deixam de caracterizar escravidão. A Justiça Trabalhista já usa esses critérios para definir o trabalho escravo desde a mudança do Código Penal em 2003. Uma decisão recente do TST, de maio deste ano, deixa clara a ampliação do conceito. A ideia principal é de que o trabalho escravo contemporâneo não é só aquele que afeta a liberdade do empregado, mas também sua dignidade. “A chamada escravidão contemporânea adquire facetas múltiplas, que envolvem a violação de direitos fundamentais como a liberdade e a dignidade do indivíduo, devendo ser entendida à luz da alteração promovida no dispositivo legal, que espelha duas vertentes do trabalho em condições análogas à da escravidão: o trabalho forçado e o trabalho degradante. Assim, não só à luz da restrição à liberdade de locomoção do trabalhador devem ser analisados os casos de alegação de redução do trabalhador à condição análoga à de escravo”, diz a decisão, relatada pelo Aloysio Corrêa da Veiga. 

Fiscalização
A nova regra do governo não interfere diretamente nas definição que os juízes adotam para condenar o trabalho escravo, mas pode comprometer a produção de provas nos locais onde ele ocorre. Lelio Bentes explica que é nas visitas promovidas pelo Ministério do Trabalho que os técnicos descrevem e fotografam o local para verificar se as condições são degradantes ou se há trabalho forçado. O material serve de base para o Ministério Público denunciar a prática junto à Justiça criminal ou trabalhista. “A fiscalização tem o primeiro contato com essa realidade. O que auditores fiscais fazem é registrar, por exemplo, que o trabalhador morava num barraco de lona preta, comia comida estragada, bebia água junto com animais etc. E o Ministério Público, a partir daí, constata o trabalho escravo e denuncia o caso à Justiça”, explica o ministro. À Justiça Trabalhista, cabe cobrar indenizações dos empregadores, seja para reparar danos morais individuais (no qual o próprio trabalhador recebe) ou coletivos (no qual a comunidade recebe o recurso para obras sociais). À Justiça Federal, cabe condenar os empregadores pelo crime, cuja pena varia de 2 a 8 anos de prisão. Para Bentes, a mudança no entendimento do governo atende a interesses econômicos. Ele diz que a pressão para mudar a definição cresceu depois de 2014, quando uma emenda à Constituição permitiu à Justiça expropriar terras onde é encontrado trabalho escravo e destiná-las à reforma agrária, sem qualquer pagamento ao dono.

Fonte: G1

Com medo do desgaste para eleição, governistas estudam faltar em vez de votar com Temer

21 de Outubro de 2017
Diante do desgaste sofrido na primeira denúncia e da proximidade da eleição do ano que vem, cresce o número de governistas que vão preferir se ausentar a votar pelo arquivamento da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer, informa o repórter Nilson Klava, da GloboNews. A ausência continua contando a favor do Planalto, mas, nas palavras dos parlamentares, seria menos “carimbada” do que o voto pelo arquivamento. “Todo mundo já começou a pensar nas eleições e o desgaste é grande. Na minha bancada, vai crescer o número de ausentes”, admite um líder do “centrão”. O Planalto já foi avisado do movimento e calcula que pode ter até 10% a menos dos votos da primeira denúncia. Nada que comprometa a vitória. A tranquilidade dos palacianos quanto ao placar está longe de ser a mesma dos deputados governistas. “O governo vai ter menos votos que na primeira denúncia e bem mais dificuldades para colocar quorum”, alerta um aliado de Temer na Câmara dos Deputados. A oposição já prepara estratégia para se beneficiar do movimento dos aliados de Temer. Quer aproveitar justamente as ausências governistas para dificultar o quórum e tentar adiar a votação, marcada para a próxima quarta-feira.

Fonte: G1/Blog do Camarotti

Bebê de 10 meses tem o peso de uma criança de 9 anos

20 de Outubro de 2017
Com dez meses de vida, o garoto mexicano Luis Manuel já tem o peso de uma criança de nove anos: 30 quilos. O sobrepeso tem afetado a vida do menino, que tem sofrido complicações na saúde. Luis Manuel, que vive com os pais em Colima (México), nasceu com as medidas de um bebê saudável - 52 centímetros e 3,5 kg - mas começou a ganhar peso rapidamente já nos primeiros meses de vida. "No mês que ele nasceu, percebemos que ele estava perdendo as roupas muito cedo. E tivemos que colocar roupas para crianças de um ano, dois anos. Então começamos a ver que ele estava engordando muito rápido", afirmou a mãe, Isabel Pantoja ao jornal local Excelsior. Segundo a publicação, médicos suspeitam que o menino tenha a síndrome de Prader-Willi, uma condição genética rara e sem cura que provoca sobrepeso, deficiência intelectual e atrofia muscular. A suspeita, que ainda deve ser analisada em exames, preocupada os pais pelos riscos à saúde e as despesas médicas. "Em alguns casos, com o tempo de tratamento há ocasiões em que as crianças morreram, mas por parada cardíaca devido ao peso que eles têm", disse Mario, o pai do Luis Manuel. Até agora, a família gastou 15 mil pesos (o equivalente a R$ 2 mil) com consultas médicas e exames, mas, sem condições financeiras, fez apelo por ajuda para custear o tratamento. "Toda a ajuda, pouco ou muito, é boa para ele", afirmou o pai.
Imagem: Reprodução/Facebook

Fonte: Rede TV/UOL

Suspeito tenta se esconder em bacia, mas deixa escapar "detalhe" e vai preso

20 de Outubro de 2017
O tailandês Thanathip Thongsuk, de 22 anos, tentou usar uma bacia para se esconder da Polícia, mas acabou traído pelos próprios pés - que ele deixou para fora do recipiente. O caso curioso aconteceu na cidade de Nakhon Si Thammarat, no sul da Tailândia, na última quarta-feira (18), durante uma ação contra tráfico de drogas. Apesar da tentativa audaciosa, Thanathip acabou preso no banheiro da própria casa. Ele é suspeito de integrar um grupo de traficantes. "Quando chegamos na casa de um dos suspeitos, ele tentou fugir para o banheiro", relatou o coronel da polícia local, Somnuek Suwannawong, segundo o The Sun. "Havia uma grande bacia cor-de-rosa no canto do cômodo e os oficiais perceberam que ela estava desnivelada, que flutuava sobre o chão. Então, quando olharam mais de perto, viram os pés do suspeito". Além de encontrar o suspeito no banheiro, a Polícia ainda achou metanfetamina escondida no vaso sanitário. Thongsuk confessou o porte de drogas e explicou que pretendia descartá-las, mas que esqueceu de dar descarga. A Polícia continua investigando o caso para prender os outros integrantes do grupo e descobrir a origem das drogas.
Imagens: Reprodução/Facebook

Fonte: Rede TV/UOL

Nove coisas que você provavelmente não sabia sobre pimentas

20 de Outubro de 2017
A pimenta sempre dá um toque especial na comida mas, no geral, as pessoas amam ou odeiam esse ingrediente. Só que tem muito mais sobre ela do que o potinho de pimenta-do-reino na sua mesa ou o vidrinho de molho de pimenta malagueta no armário podem dizer. Das diferenças entre os sabores até os perigos reais de picar alguns tipos de pimenta sem proteção, descubra curiosidades e cuidados para lidar com o condimento. 

Pimentões fazem parte da família
Os inofensivos pimentões, quem diria, são "parentes" das malaguetas e das pimentas calabresas. As plantas fazem parte do gênero Capsicum, originário no continente americano e devidamente espalhadas pelo mundo afora graças aos colonizadores espanhóis. 

Existe uma escala de "queimação" das pimentas
O farmacêutico norte-americano Wilbur Scoville dedicou sua vida a estudar as pimentas - mais precisamente, o que faz com que elas sejam tão ardidas. A chamada Escala de Scoville mede a quantidade de capsaicina (o elemento que causa a picância) em cada tipo de pimenta. O pimentão é considerado o zero absoluto da escala, já que ele não contém capasaicina. A pimenta mais forte já registrada na escala é a norte-americana Carolina Reaper, criada a partir do cruzamento de outras pimentas no topo da escala de ardor. Seu sabor foi descrito como sendo inicialmente doce... Mas depois transforma-se em "lava derretida". 

O segredo das pimentas frescas está na semente (e no modo de preparo)
Tem jeito de deixar as pimentas frescas menos fortes - na hora de preparar, remova as sementes e as partes brancas de dentro da planta. É lá que se concentra a maior parte da capsaicina. Para adicionar na comida, é recomendado picá-las antes de acrescentar os outros ingredientes - e, quanto mais picante for, mais picadas elas devem ser para que seu sabor não acabe dominando todo o prato. 

O país com mais pimentas não é o México
É comum associar comida apimentada com pratos mexicanos - que, de fato, apreciam o condimento e tem muito orgulho de suas espécies nativas, como o tabasco e o jalapeño. Mas o Peru e a Bolívia contam com o maior número de espécies de pimentas - sejam elas cultivadas (no caso do Peru) ou nativas (no caso da Bolívia). 

Em se tratando de ardor, tamanho é documento
Quanto menor a pimenta fresca, mais forte ela costuma ser. E a natureza foi sábia na coloração: quanto mais vermelha e madura ela for, mais ardida... 

Pimentas frescas podem queimar de verdade
Acredite: picar pimentas pode ser um esporte bem perigoso - a capsaicina pode deixar suas mãos ardendo por um bom tempo. Use sempre luvas para lidar com o ingrediente e - por mais óbvio que pareça - não coce os olhos ou o rosto enquanto estiver lidando com as pimentas. Em caso de contato acidental, lave muito bem as mãos com água e sabão e esfregue um pouco de óleo ou azeite - isso ajuda a remover a substância que causa a queimação. 

Pimenta-do-reino é outro departamento
A pimenta-do-reino não faz parte da família dos pimentões e malaguetas: elas são as sementes de uma planta trepadeira e tem seu sabor característico graças à ação de outro elemento químico, a piperina. A diferença da pimenta-preta para a pimenta branca ou verde é somente a época de colheita e o método de processamento. A chamada pimenta-rosa vem de ainda outra planta: são as sementes de uma árvore, a aroeira. 

Quanto mais fresca, melhor
No caso da pimenta-do-reino, não adianta deixar o pimenteiro fazer aniversário dentro do armário: para garantir o sabor próprio do condimento, é sempre bom moer as pimentas na hora. Para conservar o sabor, guarde os grãos em um pote hermeticamente fechado. 

Pimenta demais no prato? Tomar água não é a solução ideal
O prato ficou "quente" demais para você? Não pense em tomar água - ao invés disso, tome um gole de leite ou coma um pouco de arroz ou de pão puro para aliviar o ardido. A água só espalha ainda mais a pimenta pela sua boca.

Fonte: UOL/Comidas e Bebidas

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Ação social ocorrerá no próximo sábado (21) na Igreja São Paulo, no Bairro Areia Branca, em Petrolina

17 de Outubro de 2017
No próximo sábado (21) das 08h30 às 11h30 acontecerá na Paróquia São Paulo Apóstolo, Diocese de Petrolina, no Bairro Areia Branca, a 5ª Edição da Ação Social Misericordiosos como o Pai, sob a coordenação do Padre Antônio Malan de Carvalho. A ação irá fornecer diversos serviços à comunidade, como Consultas Médicas, Aferição de Pressão Arterial, Teste de Glicemia, Aplicação de Flúor, Vacinação, Orientação Jurídica através de Advogado, Consulta com Veterinário, Corte de Cabelos e Palestra sobre Alimentação Saudável. Todas as famílias estão convidadas.

Fonte: Blog Diniz K-9

'Nada atrapalha' votação da denúncia, diz Temer sobre vídeos da delação de Funaro

17 de Outubro de 2017
O presidente Michel Temer afirmou nesta terça-feira (17) que "nada atrapalha" a votação da denúncia oferecida contra ele pela Procuradoria Geral da República. Temer deu a declaração após ser questionado sobre se a divulgação dos vídeos da delação de Lúcio Funaro "atrapalha" a análise da denúncia. O presidente participou de um almoço na casa do deputado Heráclito Fortes (PSB-PI). Temer foi denunciado pela PGR ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelos crimes de obstrução de Justiça e organização criminosa. A acusação contra o presidente é baseada em algumas delações, entre as quais a de Lúcio Funaro, apontado pelas investigações da Lava Jato como operador de propinas para o PMDB. Funaro disse, por exemplo, ter "certeza" que Temer recebeu propina do esquema do PMDB que atuou na Caixa, o que o presidente nega. 

Tramitação da denúncia
Mas o STF só poderá decidir se aceita ou rejeita a acusação contra o presidente se a Câmara dos Deputados autorizar. Atualmente, a denúncia está em análise na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Mais cedo, nesta terça, os deputados da CCJ começaram a discutir o parecer do relator, Bonifácio Andrada (PSDB-MG), no qual ele recomenda a rejeição da denúncia.

Fonte: G1

UPAE/IMIP de Petrolina destaca a importância da vacinação

17 de Outubro de 2017
Neste 17 de outubro (Dia Nacional da Vacinação), a Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada de Petrolina (UPAE/IMIP) ressalta a importância da imunização para prevenção de doenças. A vacina é uma das formas mais eficazes de proteção e age fazendo com que a pessoa (ao entrar em contato com o vírus atenuado ou morto) desenvolva anticorpos, defendendo-se ativamente contra a infecção. Além da fabricação desses anticorpos, ocorre a síntese de células de memória que desencadearão uma resposta mais rápida quando o organismo for exposto novamente àquele antígeno. O desenvolvimento das vacinas, que teve início no século XVIII, representou um grande avanço na medicina. Por meio delas, diminuem-se os gastos com internações e medicamentos, e aumenta-se a qualidade de vida da população. O Programa Nacional de Imunizações (PNI) do governo federal, por exemplo, é uma importante arma na luta para a erradicação de doenças, fato que já ocorreu, por exemplo, com a poliomielite. De acordo com informações do Ministério da Saúde, o Brasil é um dos países que oferece gratuitamente o maior número de vacinas à população. São 42 tipos de imunobiológicos utilizados na prevenção e/ou tratamento de doenças, incluindo 25 vacinas. Nesse cenário, é importante destacar que as vacinas não são necessárias apenas na infância. Os idosos precisam se proteger contra gripe, pneumonia e tétano, e as mulheres em idade fértil devem tomar vacinas contra rubéola e tétano, que, se ocorrerem enquanto elas estiverem grávidas (rubéola) ou logo após o parto (tétano), podem causar doenças graves ou até a morte de seus bebês. Os profissionais de saúde, as pessoas que viajam muito e outros grupos de pessoas, com características específicas, também têm recomendações para tomarem certas vacinas. Na UPAE/IMIP essa recomendação é levada a sério e o setor de epidemiologia é bastante ativo. “Nós realizamos diversas campanhas durante o ano para os profissionais da saúde e sempre que o PNI disponibiliza as vacinas nós fazemos a distribuição para o quadro funcional aqui da unidade. Dessa maneira, a gente consegue manter em dia o cartão de vacina da equipe”, ressalta a gerente do setor, Isadora Rodrigues. Ainda este mês (nos dias 25 e 26) acontece mais uma etapa de vacinação na UPAE para funcionários e colaboradores contra hepatite B e tétano. “É possível se informar melhor sobre o assunto na secretaria de saúde e nos postos de saúde, que também disponibilizam gratuitamente as vacinas para os grupos de risco”, orienta. 
Anna Monteiro Assessoria de Comunicação UPAE Petrolina Gestão IMIP

Fonte: Blog Diniz K-9

Coreia do Norte diz na ONU que guerra nuclear pode começar 'a qualquer momento'

17 de Outubro de 2017
Homem observa imagem do presidente americano, Donald Trump, e do líder norte-coreano, Kim Jong-un, em Seul, na Coreia do Sul (Foto: Ahn Young-joon/ AP)
O embaixador adjunto da Coreia do Norte nas Nações Unidas, Kim In Ryong, disse nessa segunda-feira (16) que a situação na Península Coreana atingiu um ponto em que "uma guerra nuclear pode começar a qualquer momento". Kim afirmou ao comitê de desarmamento da Assembleia Geral da ONU que a Coreia do Norte é o único país do mundo que foi submetido a "uma ameaça nuclear tão extrema e direta" dos Estados Unidos desde a década de 1970, e argumentou, ainda, que o país tem o direito de possuir armas nucleares para defesa própria. Ele apontou a realização de exercícios militares anuais em larga escala usando "ativos nucleares" e disse que o mais perigoso é o que chamou de um plano americano para uma "operação secreta destinada a remover nossa liderança suprema". Neste ano, disse Kim, a Coreia do Norte completou sua "força nuclear do Estado e, por isso, tornou-se potência nuclear plena que possui meios de ataque de diferentes alcances, incluindo a bomba atômica, a bomba H e os foguetes balísticos intercontinentais". "Todo o continente americano está dentro do nosso alcance de disparo, e se os Estados Unidos se atreverem a invadir nosso território sagrado uma polegada sequer, não escaparão de punição severa em qualquer parte do globo", advertiu. O discurso de Kim acontece após ameaças crescentes entre a Coreia do Norte e os Estados Unidos, além de sanções da ONU cada vez mais duras. 

Sanções 
O presidente russo, Vladimir Putin, disse na segunda-feira que seu país está restringindo laços econômicos, científicos e outras relações com a Coreia do Norte, de acordo com as sanções da ONU. A União Europeia anunciou novas sanções contra Pyongyang pelo desenvolvimento de armas nucleares e mísseis balísticos. O secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, disse no domingo que os esforços diplomáticos destinados a resolver a crise norte-coreana "continuarão até a primeira bomba cair". Seu compromisso com a diplomacia veio apesar dos tuítes do presidente Donald Trump dizendo que seu enviado-chefe para o tema estava "desperdiçando seu tempo" tentando negociar com o líder norte-coreano Kim Jong-Un, a quem ele se refere como "homenzinho do foguete". O embaixador adjunto da Coreia do Norte na ONU classificou o arsenal nuclear e de mísseis de seu país como "um ativo estratégico precioso que não pode ser revertido ou trocado por nada". "A menos que a política hostil e a ameaça nuclear dos Estados Unidos sejam completamente erradicadas, nunca colocaremos nossas armas nucleares e foguetes balísticos na mesa de negociação, sob nenhuma circunstância", disse Kim. Ele disse ao comitê de desarmamento que a República Popular Democrática da Coreia - nome oficial da Coreia do Norte - esperava um mundo sem armas nucleares. Em vez disso, Kim disse que todos os estados nucleares estão acelerando a modernização de suas armas e "revivendo uma corrida armamentista nuclear que lembra a era da Guerra Fria". Ele observou que os Estados que detêm armas nucleares, incluindo os Estados Unidos, boicotaram negociações para o Tratado sobre a Proibição de Armas Nucleares, aprovado em julho por 122 países das Nações Unidas. "A Coreia do Norte apoia consistentemente a eliminação total das armas nucleares e os esforços para a desnuclearização do mundo inteiro", afirmou. Mas, enquanto os Estados Unidos rejeitarem o tratado e "constantemente ameaçarem e chantagearem a Coreia do Norte com armas nucleares, não estamos em posição de aderir ao tratado".

Fonte: G1